Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Estamos cortando na carne, diz Temer a deputados em jantar - Jornal Brasil em Folhas
Estamos cortando na carne, diz Temer a deputados em jantar


Como parte do esforço do governo pela aprovação da proposta de emenda constitucional (PEC), o presidente Michel Temer recebeu a base aliada para um jantar na noite deste domingo no Palácio da Alvorada.
Além dos deputados, estiveram presentes no jantar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e ministros do governo Temer, como Eliseu Padilha (Casa Civil), Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo), Blairo Maggi (Agricultura) e Alexandre de Moraes (Justiça). Michel e a mulher, Marcela Temer, receberam os convidados na entrada do Palácio.
Ao discursar no jantar, Temer mostrou muito incômodo com reações corporativas contra a PEC que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos. na última sexta-feira, a PGR apresentou uma nota técnica contra a proposta porque ela ofende a autonomia dos poderes.
— Estamos cortando na carne. Todo o qualquer movimento ou ação corporativa que possa tisnar (manchar) a PEC do teto não pode ser admitida — ressaltou Temer.
Segundo o presidente, a aprovação da matéria significará uma vitória para toda a classe política:
— Estamos fazendo História até o último dia do nosso governo e lá vamos erguer as mãos e dizer que salvamos o Brasil.
Ao deixar o jantar, Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) deu declarações no mesmo tom do discurso de Temer:
— O Judiciário brasileiro tem a absoluta noção da responsabilidade histórica desse momento que vivemos. Tenho convicção inabalável que não vão ser ações corporativas que vão atrapalhar a necessidade de fazermos um ajuste fiscal no país — afirmou o ministro.
Depois de ouvir do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) pedido para que os deputados cheguem à Câmara nesta segunda-feira às 10h30m, Temer pediu que cheguem um pouco mais cedo, às 10h. Argumentou que votação nominal é rápida e importante. O presidente também alertou sua tropa a não sair do plenário.
O líder do governo, André Moura (PSC-SE), disse que independentemente do jantar deste domingo, o governo e os partidos aliados já têm expectativa de abrir a sessão para votar a PEC do teto com quórum de ao menos 300 deputados.
— A base está comprometida com a aprovação desta matéria. Ela traz vantagens para o país. Teremos 350 votos em um viés de alta. Esta PEC não é do governo nem da situação, é de todos nós brasileiros — disse Moura, ao chegar ao Alvorada às 19h30 para participar do jantar.

KIT OBSTRUÇÃO

O líder afirmou que à tarde, na conversa com Temer, os aliados falaram sobre o “kit obstrução” que está sendo montado pelos partidos de oposição para tentar impedir a aprovação da matéria e as estratégias para conseguir votar a PEC ainda nesta segunda-feira.
Segundo Moura, a expectativa é de votar depois da PEC, na noite de segunda-feira, o projeto da repatriação.
Ao ser votada pela Câmara em primeiro turno, nesta segunda, os deputados votarão o segundo turno da matéria dias 24 e 25 deste mês.
Até às 20h40m, haviam chegado ao jantar 269 pessoas: 205 congressistas; 33 ministros e assessores especiais; e 31 mulheres de deputados.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212