Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 EUA planejam ataque cibernético contra a Rússia como represália, diz emissora - Jornal Brasil em Folhas
EUA planejam ataque cibernético contra a Rússia como represália, diz emissora


O governo dos Estados Unidos está planejando executar um ataque cibernético sem precedentes contra a Rússia, em represália à suposta ingerência do Kremlin nas eleições presidenciais norte-americanas, indicaram nesta sexta-feira fontes dos serviços de inteligência à emissora NBC.

Funcionários e ex-funcionários com conhecimento direto da situação explicaram que a Agência Nacional de Inteligência (CIA) foi incumbida de apresentar opções à Casa Branca para uma operação clandestina e de amplo alcance cibernético contra os russos.

As fontes consultadas pela NBC não deram mais detalhes sobre as medidas exatas consideradas pela CIA, mas indicaram que a agência já tinha começado a selecionar alvos e fazer preparativos para a ação.

Ex-funcionários do setor de inteligência do governo acrescentaram que a CIA já teria reunido documentos que poderiam expor o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Na última sexta-feira, o governo de Obama acusou oficialmente a Rússia pelos ataques que culminaram na divulgação de 20 mil e-mails do Comitê Nacional Democrata (DNC) pelo Wikileaks.

O presidente tem uma série de respostas disponível, e considerará a que seja proporcional. Mas é improvável que a divulgue antes de realizá-la, disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

O governo norte-americano acredita que apenas funcionários do alto escalão da Rússia podem ter autorizado os cibertaques contra o DNC, indicaram em comunicado conjunto o Departamento de Segurança Nacional e o Escritório do Diretor de Inteligência Nacional, James Clapper.

A candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, acusou a Rússia em julho do ciberataque cometido contra o DNC, que revelou estratégias do comitê para prejudicar o senador Bernie Sanders, rival da ex-secretária de Estado nas primárias do partido.

Na época, Obama tinha considerado como possível o fato de a Rússia estar por trás dos vazamentos dos e-mails e disse que o governo estava investigando o incidente antes de tirar as conclusões que foram divulgadas na última sexta-feira.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212