Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 EUA planejam ataque cibernético contra a Rússia como represália, diz emissora - Jornal Brasil em Folhas
EUA planejam ataque cibernético contra a Rússia como represália, diz emissora


O governo dos Estados Unidos está planejando executar um ataque cibernético sem precedentes contra a Rússia, em represália à suposta ingerência do Kremlin nas eleições presidenciais norte-americanas, indicaram nesta sexta-feira fontes dos serviços de inteligência à emissora NBC.

Funcionários e ex-funcionários com conhecimento direto da situação explicaram que a Agência Nacional de Inteligência (CIA) foi incumbida de apresentar opções à Casa Branca para uma operação clandestina e de amplo alcance cibernético contra os russos.

As fontes consultadas pela NBC não deram mais detalhes sobre as medidas exatas consideradas pela CIA, mas indicaram que a agência já tinha começado a selecionar alvos e fazer preparativos para a ação.

Ex-funcionários do setor de inteligência do governo acrescentaram que a CIA já teria reunido documentos que poderiam expor o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Na última sexta-feira, o governo de Obama acusou oficialmente a Rússia pelos ataques que culminaram na divulgação de 20 mil e-mails do Comitê Nacional Democrata (DNC) pelo Wikileaks.

O presidente tem uma série de respostas disponível, e considerará a que seja proporcional. Mas é improvável que a divulgue antes de realizá-la, disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

O governo norte-americano acredita que apenas funcionários do alto escalão da Rússia podem ter autorizado os cibertaques contra o DNC, indicaram em comunicado conjunto o Departamento de Segurança Nacional e o Escritório do Diretor de Inteligência Nacional, James Clapper.

A candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, acusou a Rússia em julho do ciberataque cometido contra o DNC, que revelou estratégias do comitê para prejudicar o senador Bernie Sanders, rival da ex-secretária de Estado nas primárias do partido.

Na época, Obama tinha considerado como possível o fato de a Rússia estar por trás dos vazamentos dos e-mails e disse que o governo estava investigando o incidente antes de tirar as conclusões que foram divulgadas na última sexta-feira.

 

Últimas Notícias

Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212