Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo da Venezuela sufoca trabalho de parlamentares, diz oposição - Jornal Brasil em Folhas
Governo da Venezuela sufoca trabalho de parlamentares, diz oposição


Não recebem salários, tiveram a energia cortada e as leis que promulgaram foram bloqueadas pela mais alta corte do país: assim é a vida de parlamentares venezuelanos.

Apesar de controlar a maioria das cadeiras da Assembleia Nacional desde janeiro deste ano, os parlamentares da oposição não conseguiram ver entrar em vigência uma única lei, obstruídos pelo tribunal supremo do país, que há dois meses declarou todos os seus atos inconstitucionais, acusando-os de desacato.

Muito além do conflito entre Poderes públicos, o governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, restringiu o envio de recursos ao Congresso, denunciaram alguns parlamentares de oposição.

Aqui não tem dinheiro para nada... e isso é uma forma de destruir a democracia, porque o Parlamento é a expressão máxima da democracia de um país, disse o deputado opositor Ángel Alvarado, que assegurou que parlamentares compraram com recursos próprios a tinta de impressoras.

Estrangularam a Assembleia, lamentou.

Este ano, os deputados que não vivem em Caracas tiveram que destinar seus salários para financiar a estadia na capital, pois não havia dinheiro para diárias, denunciaram. E já se vão dois meses que também não depositam salários.

O secretário da Assembleia Nacional, Rodolfo Marrero, admitiu que a presença de deputados de Estados distantes de Caracas está prejudicada pela limitada oferta de voos e a falta de verbas.

MINHA MÂE ME SUSTENTA

Na última semana, uma sessão do Parlamento teve de ser suspensa porque não se apresentaram nem 83, dos 167 deputados, quórum mínimo para que ocorram os debates.

Maduro reclamou há uns meses: Eu fui deputado sete anos. Minha mulher foi presidente da Assembleia Nacional durante quatro anos e meio... e nunca, jamais suspendemos nossas sessões por falta de quórum.

Segundo a parlamentar do Estado de Táchira Gabriela Arellano, eles buscam o prático, o jurídico e tudo o que estiver ao alcance para paralisar este Poder.

Agora que sou deputada, minha mãe tem que me sustentar.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212