Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Hora extra na Bolsa, corte da Selic e mais 5 eventos que vão agitar a próxima semana - Jornal Brasil em Folhas
Hora extra na Bolsa, corte da Selic e mais 5 eventos que vão agitar a próxima semana


A semana termina com mais uma alta do Ibovespa, que chegou a superar o patamar de 62 mil pontos durante o pregão. Com uma agenda mais fraca por conta do feriado, os últimos dias ficaram focados no mercado externo e o anúncio nesta sexta-feira (14) do corte de preço de combustíveis pela Petrobras. Porém, para a próxima semana tudo mudará, com com muitos indicadores e eventos prometendo agitar bastante o mercado.

Serão pelo menos três eventos no exterior e três domésticos que os investidores precisarão ficar de olho. Apesar disso, segundo o economista Mauro Schneider, da MCM Consultores, estes acontecimentos externos não devem trazer grande surpresa para o mercado, o que, por consequência, acaba não tendo grande efeito na bolsa. Mesmo assim, PIB na China, reunião do Banco Central Europeu e o último debate entre Donald Trump e Hillary Clinton são eventos que não devem ser ignoradas.

Os eventos com potencial de impactar o mercado são os internos, que são mais imprevisíveis, em especial a reunião do Copom, afirma Schneider. Na quarta-feira (19), o Banco Central decide sobre a nova taxa de juros e os analistas estão bastante divididos sobre o que esperar. Há quem acredite em mais uma manutenção da Selic, enquanto existem especialistas que falam em corte de 0,25 ou 0,50 ponto percentual.

No Brasil, destaque também para a divulgação dos dados considerados as prévias da inflação e do PIB (Produto Interno Bruto): IPCA-15 e o IBC-Br. Apesar de não terem tanto impacto no mercado por virem de informações já conhecidas, os dois são bastante importantes. Por fim, importante lembrar que, a partir de segunda-feira (17), a Bolsa começa a operar com horário diferenciado, com o pregão se estendendo até às 18h. Para saber mais, clique aqui.

Confira os principais eventos da próxima semana:

Reunião do Copom Em sua terceira reunião em novo formato e liderada por Ilan Goldfajn, os membros do comitê irão se reunir das 14h30 às 18h da terça-feira (18) e da quarta para deliberar se cortam ou não a Selic. O resultado sai na quarta após este período e deve marcar o início do ciclo de corte de juros. Porém, o mercado segue indeciso se teremos uma redução mais forte, de 0,50 ponto percentual, ou branda, de 0,25 p.p.. Além disso, fica a expectativa pelo comunicado, que promete trazer detalhes sobre como o BC está vendo a economia no momento e o que planeja fazer com a Selic no futuro.

3º debate nos EUA Na noite de quarta ocorre o terceiro e último debate entre Hillary Clinton e Donald Trump, candidatos democrata de republicano, respectivamente, na corrida pela Casa Branca. Após vitória da democrata nos dois primeiros encontros e os recentes escândalos envolvendo Trump, a expectativa é que o clima seja ainda mais quente neste debate já que será a última chance do republicano reverter o cenário que começou a se instaurar e que deve levar à vitória de Hillary. O embate começa às 23h (horário de Brasília), na universidade de Nevada em Las Vegas, e será moderado por Chris Wallace, âncora do Fox News Sunday.

PIB da China Também na quarta-feira à noite, sem horário definido, será divulgado o PIB da China, que para os analistas da LCA Consultores, deve ficar em 6,7%, mantendo o mesmo patamar do resultado anterior. Segundo Schneider, indicadores antecedentes já indicam que o resultado deve ficar realmente próximo de 7%. Acho difícil termos uma surpresa negativa neste caso, afirma.

IBC-Br Na quinta-feira, às 8h30, o IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central) de agosto será divulgado, com a expectativa mediana dos economistas sendo de recuo de 0,5% na economia brasileira no período.

Reunião do BCE Também na quinta-feira ocorre a reunião do Banco Central Europeu, que promete agitar o mercado após os recentes boatos de que a autoridade monetária europeia poderia anunciar um corte nos estímulos à economia. Apesar de ter desmentido a informação, analistas e investidores ficam atentos para o rumo da economia na região e sobre os efeito do Brexit ao grupo europeu.

IPCA-15 Na sexta-feira (21) às 9h, o IBGE divulga o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) colhido entre os dias 15 de setembro e 15 de outubro. As estimativas dos economistas são de que o índice mostre um avanço de 0,20%, contra os 0,23% de aumento registrados no período anterior.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro participa no Chile de Cúpula Presidencial Sul-Americana
Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212