Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Unesco divulga game que ensina crianças sobre desastres naturais - Jornal Brasil em Folhas
Unesco divulga game que ensina crianças sobre desastres naturais


A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) apresentou hoje (11), em Quito, um videogame para dispositivos móveis, que busca conscientizar crianças para eventuais desastres naturais, como o devastador terremoto que abalou a costa equatoriana em abril passado.

O propósito é contribuir para que crianças e adolescentes entre cinco e 17 anos estejam mais bem preparadas para enfrentar, antes e depois, os desastres naturais, especialmente terremotos e tsunamis, explicou a diretora do escritório da Unesco em Quito, Saadia Sánchez.

Batizado como Tanah: contra terremotos e tsunamis, o game pode ser baixado, gratuitamente, em celulares e tablets. Ele é protagonizado por uma menina que terá de ir superando adversidades para salvar sua família e seu povo dos desastres naturais.

O aplicativo se concentra nas etapas de preparação, resposta e recuperação diante de desastres naturais para que os usuários aprendam, por exemplo, a preparar planos de evacuação, a detectar alertas de tsunamis, ou a ter kits de primeiros socorros prontos.

A ideia do game surgiu há anos no escritório regional de Bangcoc, depois do terremoto seguido de tsunami de 2004 no oceano Índico, o qual deixou mais de 225.000 vítimas. Sua criação também é consequência dos fortes sismos registrados no Chile, em 2010 e em 2015, assim como no Nepal, em 2015.

O Equador é um país de riscos. Temos terremotos, podemos ter tsunamis. Também temos vulcões ativos, e isso faz que tenhamos de nos preparar para confrontar esses possíveis riscos, acrescentou Saadia Sánchez, que também representa a Unesco na zona andina.

Em 16 de abril, a costa equatoriana foi abalada por um terremoto de 7,8 graus de magnitude que deixou 673 mortos, 6.274 feridos e, inicialmente, 28.775 pessoas desabrigadas.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212