Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia Militar desocupa escola em Campinas - Jornal Brasil em Folhas
Polícia Militar desocupa escola em Campinas


A Polícia Militar de São Paulo (PMSP) desocupou, na manhã de hoje (13), a Escola Estadual Newton Pimenta Neves, localizada na região do Ouro Verde, em Campinas, interior do estado. Quinze estudantes foram levados à delegacia e qualificados por dano ao patrimônio. Eles foram liberados após o registro do boletim de ocorrência.

A escola foi ocupada na última terça-feira (11) em protesto contra a reforma do ensino médio e a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que estabelece um teto e congela os gastos públicos por 20 anos.

Segundo o advogado dos estudantes, Vinícius Cascone, uma porta do colégio estava quebrada, mas não havia provas contra os estudantes. Eles alegaram que a porta estava danificada antes mesmo de a ocupação ocorrer.

Mais ocupações

Na noite de ontem (12), um grupo de estudantes tentou ocupar a Diretoria de Ensino da Região Centro-Oeste, no bairro do Sumaré, na capital paulista. De acordo com a Polícia Militar, 21 jovens foram abordados às 22h e conduzidos em seguida para a delegacia.

De acordo com a Secretaria Estadual da Educação, os estudantes não causaram prejuízos, e a Diretoria de Ensino funciona normalmente nesta quinta-feira (13).

Em Sorocaba, também no interior paulista, um grupo de estudantes permaneceu cinco dias na Escola Estadual Ossis Salvestrini Mendes, até ser retirado pela Polícia Militar. Na mesma cidade, foi ocupada a Escola Hélio Del Cistia. Na capital, a Escola Estadual Caetano de Campos, no bairro da Consolação, foi ocupada na madrugada de sábado (8) e desocupada no mesmo dia.

Secretaria de Educação

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, a Diretoria Regional de Ensino “tem investido no diálogo com os alunos, que rejeitaram as tentativas de negociação”. Em nota enviada à Agência Brasil, a secretaria informou que “nenhuma das reivindicações do protesto é de responsabilidade da pasta”.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro volta a dizer que médicos cubanos são escravos da ditadura
Trens são liberados próximo ao viaduto que cedeu em São Paulo
Trens são liberados próximo ao viaduto que cedeu em São Paulo
Carlos Miranda deixa presídio no Rio, após decisão da Justiça
Defesa Civil prevê pancadas de chuva para Minas Gerais
Resolução amplia possibilidades para atendimento psicológico online
Argentina prepara forte esquema de segurança para cúpula do G-20
Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212