Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rio diz que monitora qualidade da merenda escolar - Jornal Brasil em Folhas
Rio diz que monitora qualidade da merenda escolar


A Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro informou, por meio de nota, que a alimentação das unidades escolares é monitorada pelo Instituto de Nutrição Annes Dias (Inad), da Secretaria Municipal de Saúde. Uma pesquisa divulgada ontem (17) pela organização não governamental internacional Greenpeace mostrou que alimentos fornecidos a escolas municipais cariocas podem conter vários agrotóxicos.

Para fazer a pesquisa, o Greenpeace comprou 40 quilos de alimentos de um dos seis fornecedores de merenda escolar da prefeitura do Rio. A ONG dividiu os 40 quilos em 20 amostras de dois quilos cada uma e as enviou para um laboratório público de São Paulo.

Foram encontrados resíduos de pesticida em 12 das 20 amostras. Em duas amostras de couve, foi encontrado um agrotóxico proibido no Brasil. Em uma amostra de pimentão amarelo, foram encontrados sete produtos químicos diferentes.

Inad

De acordo com a Secretaria de Educação, o Inad faz análises em seu Laboratório Dietético, para comprovar a qualidade dos produtos fornecidos e para identificar se os padrões técnicos estão em conformidade com o que é exigido para a rede municipal de ensino.

O Inad também adota ações para monitorar a aquisição e o fornecimento de produtos alimentícios, além de orientar as unidades escolares quanto às boas práticas na manipulação desses alimentos, que vão desde o cuidado com uniformes e utensílios, até guias alimentares.

Ainda segundo a Secretaria de Educação, equipes de nutricionistas do Inad visitam periodicamente as unidades escolares com objetivo de verificar se todas as orientações exigidas estão sendo cumpridas e orientar tecnicamente os manipuladores de alimentos e também as direções sobre os cuidados necessários.

A nota da Secretaria conta ainda que a Secretaria Municipal de Administração vem estabelecendo contatos e reuniões com o Ministério de Desenvolvimento Agrário e Cooperativas de Produtores Rurais com objetivo de adquirir gêneros alimentícios oriundos da agricultura familiar (que tende a usar menos agrotóxico do que o grande produtor).

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212