Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Empresários da cultura de dez países sul-americanos fazem negócios em Bogotá - Jornal Brasil em Folhas
Empresários da cultura de dez países sul-americanos fazem negócios em Bogotá


A partir de hoje (18), empreendedores culturais de dez países da América do Sul vão trocar informações sobre seus produtos e serviços, na expectativa de formar parcerias para futuros projetos em conjunto, durante a segunda edição do evento Mercado de Indústrias Culturais do Sul (Micsul), considerado o mais importante encontro regional voltado a mercados culturais e criativos da América do Sul. O evento acontece até a próxima quinta-feira (20), em Bogotá, na Colômbia.

O ministro da Cultura, Marcelo Calero, está na capital colombiana e espera que a participação do Brasil no evento seja surpreendente. “Acho que a gente vai surpreender, como sempre surpreendemos, especialmente no que se refere à nossa capacidade de articulação produtiva. A gente consegue pegar setores diversos – do design ao artesanato e à gastronomia – e transformar isso em produtos, que sejam a um só tempo competitivo e a expressão da nossa identidade nacional”, disse Calero à Agência Brasil.

O Brasil está no evento com 60 empresários de seis setores das indústrias culturais: audiovisual, livro e leitura, música, artes cênicas, videogames e design. Eles foram selecionados por meio de edital elaborado em parceria entre o Ministério da Cultura e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Em 2018, o Brasil será a sede do Micsul e, para isso, é preciso mostrar um amadurecimento do setor, segundo o ministro. “Como anfitriões, temos a obrigação não apenas de receber bem, mas de mostrar tudo aquilo que fomos capazes de construir nesse segmento, e aí a nossa participação tem que ser retumbante”, diz Calero.

Cerimônia de abertura

A cerimônia de abertura do Micsul ocorreu ontem (17) à noite, no Teatro Colón, em Bogotá. O espetáculo contou com shows de música e dança tradicionais da Colômbia, como o grupo musical Cimarrón, que apresentou um número baseado em diferentes aspectos da tradição musical e de dança da Colômbia, incluindo músicas instrumentais, canções tradicionais e sapateado.

Na abertura do evento, a ministra da Cultura da Colômbia, Mariana Garcés Cordoba, destacou que um dos objetivos do Micsul é fazer com que a América do Sul seja uma só em termos culturais. “É importante nos reconhecermos para nos aproximarmos, aprender as nossas diferenças e entender tudo o que podemos fazer se trabalharmos juntos a partir de nossas similaridades”, disse.

Também se apresentaram na abertura do Micsul o Coletivo Danza Región & Cámara de Danza Comunidad, o grupo de dança Sankofa e a Bambarabanda, que levou uma mistura inusitada de musica tradicional com rock.

O Micsul é uma iniciativa dos ministérios da Cultura da Argentina, da Bolívia, do Brasil, do Chile, da Colômbia, do Equador, do Peru, do Paraguai, do Uruguai e da Venezuela, destinado a micro e pequenos empreendedores. No total, cerca de 3 mil pessoas são esperadas no evento.

Além das rodadas de negócios e de estandes institucionais, o evento terá fóruns de discussão, cafés setoriais, desfiles de moda, showcases de música e artes cênicas e sessões de pitching.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212