Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Moraes: estados e procuradores vão analisar Plano Nacional de Segurança - Jornal Brasil em Folhas
Moraes: estados e procuradores vão analisar Plano Nacional de Segurança


O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse que o novo Plano Nacional de Segurança só será lançado pelo governo nas próximas semanas, após o projeto que está em análise ser apresentado aos secretários de Segurança Pública e procuradores-gerais de Justiça estaduais. Mais cedo, ele havia sinalizado que a proposta, que pretende combater a criminalidade e o alto índice de homicídios no país, seria apresentada nesta quarta-feira (19).
São Paulo - O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, participa do 6 Congresso de Combate e Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turi

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse que o novo Plano Nacional de Segurança só será lançado pelo governo nas próximas semanas

Segundo o ministro, o que vai ocorrer nesta semana é uma reunião com os dois núcleos criados pelo governo para elaborarem mapeamentos de inteligência sobre as ocorrências de assassinatos e transporte de armas em todas as 27 capitais. Os dois grupos já se reuniram nas últimas semanas e são formados por secretários de Segurança Estaduais e membros do Ministério Público.

“Nós estamos agora finalizando mais uma versão para uma reunião que eu tenho quarta-feira, já pré-agendada. Eles vão analisar essas novas propostas, vão dar outras propostas, para que nós possamos fechar o Plano Nacional de Segurança Pública em 15 dias, no máximo três semanas”, disse Moraes.

O Ministério da Justiça também divulgou uma nota após as primeiras declarações do ministro . No comunicado, o órgão informa que somente após a reunião desta quarta a “minuta do plano será discutida com todos os estados e Distrito Federal”.

Guerra de facções em presídios

Moraes conversou com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, nesta segunda-feira (17) sobre o aumento do fluxo migratório de venezuelanos pela fronteira com Roraima, o que tem pressionado a demanda por serviços públicos na capital Boa Vista. Ele informou que uma comissão do governo federal visitará o município na próxima semana para avaliar as condições e levantar os números de entrada e saída das pessoas que vêm do país vizinho fazer compras e acabam ficando mais tempo que o previsto.

Sobre a guerra de facções criminosas que culminou com a morte de mais de dez presos nesse fim de semana em Roraima e Rondônia, o ministro disse se tratar de um problema “pontual” e que não houve até o momento pedido de transferência de detentos para presídios federais.


“Nós estamos analisando as 18 mortes que ocorreram. Uma delegação do Depen [Departamento Penitenciário Nacional] está se locomovendo para lá para que possamos ver a gravidade da situação. Obviamente a situação é gravíssima, com mortos, mas [verificar] se persiste ou não, e a partir daí tomar as medidas necessárias. Não foi pedido [reforço da Força Nacional de Segurança] porque foi uma situação pontual”, disse.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212