Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


09 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Saiba quais foram os títulos do Tesouro Direto mais procurados em agosto - Jornal Brasil em Folhas
Saiba quais foram os títulos do Tesouro Direto mais procurados em agosto


As vendas do Tesouro Direto, programa de compra e venda de títulos públicos do governo federal, atingiram R$ 1,5 bilhão em agosto. Os resgates totalizaram R$ 632,9 milhões, sendo R$ 106,6 milhões relativos aos vencimentos do mês e R$ 526,3 milhões relativos às recompras ocorridas no mesmo período.

Os títulos mais procurados pelos investidores foram os indexados ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), como o Tesouro IPCA+ e o Tesouro IPCA+ com juros semestrais, cuja participação nas vendas atingiu 59,4%. Já os títulos prefixados, como é o caso do Tesouro Prefixado e do Tesouro Prefixado com juros semestrais, corresponderam a 13,4% do total. Os indexados à taxa Selic (Tesouro Selic), por sua vez, tiveram uma participação de 27,1%.

Em relação ao prazo de emissão, os títulos com vencimento entre 1 e 5 anos ocupam o primeiro lugar na preferência dos investidores, representando 64,8% do total. Empatados em segundo e terceiro lugar, estão os títulos com vencimento entre 5 e 10 anos (17,6%) e aqueles com vencimento acima de 10 anos (17,6%).

Assim como ocorreu em julho, a utilização do programa por pequenos investidores (vendas até R$ 5 mil) ficou evidente e correspondeu a 73,2% das transações.

No mês foram realizadas 151.609 operações de venda de títulos a investidores, com valor médio de R$ 10.175,96.

No que diz respeito ao estoque do Tesouro Direto, este registrou um montante de R$ 35,4 bilhões em agosto, um aumento de 3,7% em relação ao mês anterior e de 71,9% quando comparado com agosto de 2015. Os títulos remunerados por índices de preços respondem pelo maior volume no estoque (62,2). Logo depois, aparecem os títulos indexados à taxa Selic (20,6%) e por fim, os títulos prefixados, com 17,2%.

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212