Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Mulheres fazem protesto e greve contra feminicídio na Argentina - Jornal Brasil em Folhas
Mulheres fazem protesto e greve contra feminicídio na Argentina


Editores, dançarinos, atores, músicos, designers e produtores culturais de dez países da América do Sul estão trocando informações e fechando negócios há três dias em Bogotá, na Colômbia, durante a segunda edição do Mercado de Indústrias Culturais do Sul (Micsul). O evento acaba hoje (20), e muitos participantes já saem com negócios alinhavados para futuras parcerias, como a produtora audiovisual Catalina Donoso, do Chile, que trouxe para apresentar no Micsul um ciclo de três documentários chamado Paisajes de Norte a Sur.

Além da proposta de exportar os filmes, ela também quer fazer parcerias para produzir o documentário em outros países da região. No Micsul, ela teve conversas com produtores do Brasil, da Colômbia, Argentina e Bolívia. “Tivemos uma recepção muito boa desses países para a possibilidade armar este pequeno ciclo, que para nós é uma forma de maximizar a circulação. No chile, documentários têm pouca audiência, então para nós se faz mais necessário exportar nossos filmes para chegar a mais pessoas e gerar um pouco mais de comércio”

O executivo argentino Maximiliano Kreft, da editora Waldhuter, veio ao Micsul buscar novos livros da América Latina para distribuir no país. Segundo ele, o Micsul está sendo importante para buscar não apenas novidades, mas preços acessíveis. “A Argentina está em um momento economicamente delicado, então a venda de bens culturais como livros, cinema, música, está baixa. E uma das coisas principais são os preços, então estou buscando coisas com preços razoáveis”

O Festival Internacional Bienal de Circo do Uruguai quer achar parceiros para levar o evento a outros países. O ator Luis Musetti, representante do festival, disse que não conseguiu conversar com muitas pessoas especificamente do setor de circo, mas fez contatos com representantes de outros festivais, para parcerias futuras. Para ele, é muito importante trabalhar em redes com outros festivais, para facilitar a circulação em outros países. “É muito importante ter a oportunidade de trabalhar em rede com outros festivais porque o nosso mercado é pequeno, então é sempre bom ter uma perspectiva mais ampla de possibilidades regionais para a circulação das companhias”

A designer industrial colombiana Andrea Rodriguez está no Micsul para mostrar seus acessórios em couro, como bolsas e serviços de design personalizados. Ela fez contatos não apenas para a venda de seus produtos e serviços, mas também para desenvolver projetos educativos com universidades. “Acredito que temos uma projeção mais a longo prazo, sobretudo como na área de pesquisa e projetos educativos. Na área de comercialização, tivemos boas oportunidade, isso é bom porque são galerias de arte, pessoas que trabalham com arte e produtos exclusivos, o que para mim é muito melhor”.

O Micsul é considerado o principal encontro regional voltado a mercados culturais e criativos da América do Sul. Cerca de 3,5 mil pessoas participaram do evento, que é promovido pelos ministérios da Cultura de dez países da América do Sul: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Paraguai, Uruguai e Venezuela. No Brasil, a organização do evento foi feita em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212