Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Mulheres fazem protesto e greve contra feminicídio na Argentina - Jornal Brasil em Folhas
Mulheres fazem protesto e greve contra feminicídio na Argentina


Editores, dançarinos, atores, músicos, designers e produtores culturais de dez países da América do Sul estão trocando informações e fechando negócios há três dias em Bogotá, na Colômbia, durante a segunda edição do Mercado de Indústrias Culturais do Sul (Micsul). O evento acaba hoje (20), e muitos participantes já saem com negócios alinhavados para futuras parcerias, como a produtora audiovisual Catalina Donoso, do Chile, que trouxe para apresentar no Micsul um ciclo de três documentários chamado Paisajes de Norte a Sur.

Além da proposta de exportar os filmes, ela também quer fazer parcerias para produzir o documentário em outros países da região. No Micsul, ela teve conversas com produtores do Brasil, da Colômbia, Argentina e Bolívia. “Tivemos uma recepção muito boa desses países para a possibilidade armar este pequeno ciclo, que para nós é uma forma de maximizar a circulação. No chile, documentários têm pouca audiência, então para nós se faz mais necessário exportar nossos filmes para chegar a mais pessoas e gerar um pouco mais de comércio”

O executivo argentino Maximiliano Kreft, da editora Waldhuter, veio ao Micsul buscar novos livros da América Latina para distribuir no país. Segundo ele, o Micsul está sendo importante para buscar não apenas novidades, mas preços acessíveis. “A Argentina está em um momento economicamente delicado, então a venda de bens culturais como livros, cinema, música, está baixa. E uma das coisas principais são os preços, então estou buscando coisas com preços razoáveis”

O Festival Internacional Bienal de Circo do Uruguai quer achar parceiros para levar o evento a outros países. O ator Luis Musetti, representante do festival, disse que não conseguiu conversar com muitas pessoas especificamente do setor de circo, mas fez contatos com representantes de outros festivais, para parcerias futuras. Para ele, é muito importante trabalhar em redes com outros festivais, para facilitar a circulação em outros países. “É muito importante ter a oportunidade de trabalhar em rede com outros festivais porque o nosso mercado é pequeno, então é sempre bom ter uma perspectiva mais ampla de possibilidades regionais para a circulação das companhias”

A designer industrial colombiana Andrea Rodriguez está no Micsul para mostrar seus acessórios em couro, como bolsas e serviços de design personalizados. Ela fez contatos não apenas para a venda de seus produtos e serviços, mas também para desenvolver projetos educativos com universidades. “Acredito que temos uma projeção mais a longo prazo, sobretudo como na área de pesquisa e projetos educativos. Na área de comercialização, tivemos boas oportunidade, isso é bom porque são galerias de arte, pessoas que trabalham com arte e produtos exclusivos, o que para mim é muito melhor”.

O Micsul é considerado o principal encontro regional voltado a mercados culturais e criativos da América do Sul. Cerca de 3,5 mil pessoas participaram do evento, que é promovido pelos ministérios da Cultura de dez países da América do Sul: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Paraguai, Uruguai e Venezuela. No Brasil, a organização do evento foi feita em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212