Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Estado Islâmico aumenta contra-ataques à medida que ofensiva em Mosul entra na segunda semana - Jornal Brasil em Folhas
Estado Islâmico aumenta contra-ataques à medida que ofensiva em Mosul entra na segunda semana


O Estado Islâmico expandiu seus ataques nesta segunda-feira contra o Exército iraquiano e forças curdas para aliviar a pressão contra seus militantes que confrontam uma ofensiva em Mosul, último grande reduto urbano do grupo militante no país.

Cerca de 80 vilarejos e cidades tomados pelo Estado Islâmico foram retomadas na primeira semana de ofensiva, deixando forças iraquianas e curdas mais perto das cercanias da cidade, onde a batalha será mais difícil.

A campanha de Mosul, que tem objetivo de acabar com a metade iraquiana no califado declarado pelo Estado Islâmico no Iraque e Síria, pode ser o maior confronto em 13 anos de turbulências geradas pela invasão ao Iraque liderada pelos Estados Unidos em 2003, e pode necessitar de uma grande operação de ajuda humanitária.

Cerca de 1,5 milhão de moradores continuam na cidade, e previsões dos piores cenários indicam até um milhão de pessoas deslocadas, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). Agências de ajuda da ONU informaram que, até o momento, o confronto forçou cerca de 6 mil pessoas a deixarem suas casas.

Em uma série de contra-ataques em alvos pelo Iraque desde a sexta-feira, militantes do Estado Islâmico atingiram Kirkuk, principal cidade petrolheira do norte do país, a cidade de Rutba, que controla a rodovia de Bagdá à Jordânia e Síria, e Sjinjar, uma região a oeste de Mosul na qual reside a minoria Yazidi.

O chefe provincial yazidi, Mahma Xelil, disse que o ataque a Sinjar foi o mais violento na área no último passado.

Ele disse que ao menos 15 militantes foram mortos na batalha de duas horas e diversos veículos foram destruídos, enquanto os peshmerga tiveram dois feridos.

 

Últimas Notícias

Índice de registro de imóveis pode melhorar transações no país
Programa para receber declaração do IR estará disponível segunda-feira
Paulo Guedes espera aprovação da reforma da Previdência até junho
Doria anuncia redução do aumento do preço médio do gás em São Paulo
Pesquisador em Engenharia Aeroespacial assume presidência do CNPq
Ortega anuncia retomada do diálogo com a sociedade organizada
Empresária vítima de tentativa de feminicídio no Rio deixa hospital
Atriz Fernanda Montenegro recebe alta de hospital no Rio

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212