Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Estado Islâmico aumenta contra-ataques à medida que ofensiva em Mosul entra na segunda semana - Jornal Brasil em Folhas
Estado Islâmico aumenta contra-ataques à medida que ofensiva em Mosul entra na segunda semana


O Estado Islâmico expandiu seus ataques nesta segunda-feira contra o Exército iraquiano e forças curdas para aliviar a pressão contra seus militantes que confrontam uma ofensiva em Mosul, último grande reduto urbano do grupo militante no país.

Cerca de 80 vilarejos e cidades tomados pelo Estado Islâmico foram retomadas na primeira semana de ofensiva, deixando forças iraquianas e curdas mais perto das cercanias da cidade, onde a batalha será mais difícil.

A campanha de Mosul, que tem objetivo de acabar com a metade iraquiana no califado declarado pelo Estado Islâmico no Iraque e Síria, pode ser o maior confronto em 13 anos de turbulências geradas pela invasão ao Iraque liderada pelos Estados Unidos em 2003, e pode necessitar de uma grande operação de ajuda humanitária.

Cerca de 1,5 milhão de moradores continuam na cidade, e previsões dos piores cenários indicam até um milhão de pessoas deslocadas, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). Agências de ajuda da ONU informaram que, até o momento, o confronto forçou cerca de 6 mil pessoas a deixarem suas casas.

Em uma série de contra-ataques em alvos pelo Iraque desde a sexta-feira, militantes do Estado Islâmico atingiram Kirkuk, principal cidade petrolheira do norte do país, a cidade de Rutba, que controla a rodovia de Bagdá à Jordânia e Síria, e Sjinjar, uma região a oeste de Mosul na qual reside a minoria Yazidi.

O chefe provincial yazidi, Mahma Xelil, disse que o ataque a Sinjar foi o mais violento na área no último passado.

Ele disse que ao menos 15 militantes foram mortos na batalha de duas horas e diversos veículos foram destruídos, enquanto os peshmerga tiveram dois feridos.

 

Últimas Notícias

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212