Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Britânico acusado de duplo homicídio e tortura é julgado em Hong Kong - Jornal Brasil em Folhas
Britânico acusado de duplo homicídio e tortura é julgado em Hong Kong


O banqueiro britânico Rurik Jutting se declarou nesta segunda-feira inocente da morte de duas jovens indonésias achadas sem vida em seu apartamento em 2014.

No primeiro dia de julgamento pelo caso de homicídio mais importante registrado em uma década em Hong Kong, ex-colônia britânica, o ex-banqueiro de 31 voltou a alegar inocência por homicídio doloso, mas não de homicídio culposo.

Rurik Jutting também se declarou culpado da acusação de impedir que um dos corpos fosse enterrado.

O julgamento do réu, que trabalhava para o Bank of America Merrill Lynch, durará três semanas. Ele pode ser condenado à prisão perpétua.

Seneng Mujiasih e Sumarti Ningsih, ambas com 20 anos, foram achadas mortas no apartamento do acusado em 1o. de novembro de 2014. Foi ele próprio que avisou a polícia.

Os investigadores acharam Seneng Mujiasih nua com ferimentos de faca nas pernas e nas nádegas, segundo as primeiras indicações da polícia.

O corpo em decomposição de Sumarti Ningsih foi achado várias horas depois dentro de uma mala.

O acusado gravou as imagens dos crimes, inclusive as torturas que inflingiu à primeira vítima.

Segundo o promotor John Reading, o acusado torturou Sumarti Ningsih, que mantinha relações sexuais com ele, durante três dias antes de matá-la no chuveiro com uma faca de serra.

Depois matá-la, o acusado envolveu seu corpo numa lona e o colocou numa mala. Jutting comentou na gravação o quanto gostou de matar a moça e que não poderia tê-lo feito sem consumir cocaína.

Em 31 de outubro, Jutting se encontrou pela primeira vez com Seneng Mujiasih, também para ter relações sexuais, e para matá-la usou facas e um martelo, que escondeu debaixo do sofá.

Diante do tribunal, um grupo de manifestantes e membros de associações de ajudas aos imigrantes indonésios pediam um julgamento rápido justo e indenização para as famílias das vítimas.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212