Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 AT&T anuncia acordo para comprar a Time Warner - Jornal Brasil em Folhas
AT&T anuncia acordo para comprar a Time Warner


A operadora de telecomunicações americana AT&T, que, no sábado, chegou a um acordo para comprar a Time Warner (CNN, HBO) por 85,4 bilhões de dólares, registrou um aumento de seu lucro líquido no terceiro trimestre, apesar de uma diminuição dos assinantes

A AT&T anunciou no sábado um acordo que chega a US$ 108,7 bilhões para a compra da Time Warner, o que criará um grupo de mídia e tecnologia com controle sobre um vasto número de empresas de comunicação e de entretenimento, assim como os recursos para sua difusão.

O acordo avalia a Time Warner - junto com HBO, CNN e os estúdios Warner Bros - em US$ 84,5 bilhões. Além disso, prevê que a AT&T absorva a dívida do grupo.

A operação alcança a perfeita combinação de duas companhias com capacidades complementares, que podem oferecer uma nova visão sobre como os meios e a indústria das comunicações trabalham para os clientes, criadores de conteúdos, distribuidores e publicidade, disse o presidente-executivo da AT&T, Randall Stephenson.

A aquisição deve ser analisada pelas autoridades reguladoras, já que a nova entidade terá um peso de mais de US$ 300 bilhões na Bolsa, com atividades tanto na área de telefonia quanto de mídia, televisão por assinatura e internet.

A AT&T, que oferece acesso a canais por assinatura e é uma das grandes operadoras de telecomunicações dos Estados Unidos, foi avaliada em US$ 230,6 bilhões em Wall Street na noite de sexta-feira, enquanto a Time Warner foi avaliada em 69,6 bilhões de dólares.

Essa é uma das maiores fusões entre um provedor de acesso aos canais de televisão por assinatura e um provedor de conteúdo desde a compra, em 2011, da NBCUniversal pela Comcast.

The Sopranos e Game of Thrones

A operação completa a mudança estratégia para a área de vídeos adotada nos últimos anos pela AT&T.

Uma das operações mais transformadoras para a operadora de telecomunicações foi a compra, por quase 50 bilhões de dólares (sem a dívida) da DirecTV, concluída ano passado, que fez do grupo um dos principais personagens do mercado americano da televisão paga.

Com a Time Warner, proprietária dos estúdios Warner Bros e dos canais HBO e CNN, a AT&T controlará um importante catálogo de conteúdoes em áreas como o esporte, o cinema (Esquadrão Suicida, Animais Fantásticos e Onde Habitam, entre outros) e séries de TV (Games of Thrones, The Wire, Sex in the City The Sopranos.

Vários analistas, no entanto, apontam que a fusão pode enfrentar a resistência das agências reguladoras americanas.

Pensamos que uma longa análise antitruste pode fazer com que as duas partes reflitam, afirma o Credit Suisse, que recorda a profunda análise a que foi submetida a união entre Comcast e NBCUniversal.

Há dois anos, a Time Warner rejeitou uma oferta de mais de US$ 75 bilhões da 21st Century Fox, sua rival controlado pela família Murdoch, por considerar o preço insuficiente.

A Time Warner já passou por uma tentativa, sem sucesso, de fusão com o grupo de internet AOL, em 2000.

O interesse da AT&T pela Time Warner demonstra o valor dos meios de comunicação para diversos distribuidores, destaca a RBC Capital Markets.

A Time Warner representa uma fatia muito atrativa do mercado, com o elevado valor dos conteúdos que possui e também pela estrutura relativamente simples de seu capital, por ter apenas um tipo de ação.

Em outros grandes grupos, um acionista majoritário controla a empresa, como a família Murdoch na 21st Century Fox e os Redstone na Viacom e CBS.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212