Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia autua 42 torcedores por briga na reabertura do Maracanã - Jornal Brasil em Folhas
Polícia autua 42 torcedores por briga na reabertura do Maracanã


Quarenta e dois torcedores do Corinthians foram autuados, ontem (23), pela polícia depois do jogo de reabertura do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro: Flamengo 2x2 Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro.

De acordo com a Polícia Civil, 31 são suspeitos de tentar invadir o espaço reservado para a torcida do Flamengo, depredar o estádio e agredir policiais militares antes do início do jogo. Outros 11 foram autuados por promover tumulto.

Os policiais conseguiram controlar o tumulto com a ajuda de armas não letais, como sprays de pimenta. Quando a partida terminou, os cerca de 3 mil torcedores do time paulista ficaram retidos na arquibancada do estádio até que a polícia analisasse as imagens para identificar os agressores.

Os torcedores ficaram mais de duas horas aguardando a prisão dos suspeitos. O Corinthians divulgou uma nota repudiando a atitude da Polícia Militar, que ele considerou como “covarde”.

Nota do clube paulista critica polícia

“A fim de capturar 40 torcedores que supostamente se envolveram em briga com policiais, a PM aprisionou 3 mil torcedores do Corinthians no Estádio do Maracanã, fez com que todos eles tirassem a camisa e está liberando a saída de cinco em cinco pessoas. É inaceitável que uma briga aconteça dentro do estádio entre alguns torcedores e a polícia e a mesma não tenha capacidade de prender em flagrante os envolvidos, fazendo com que todos os outros corinthianos que lá estejam sejam agredidos como cidadãos” diz a nota.

O Corinthians também pede que a Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro puna os policiais militares envolvidos no episódio.

Segundo a Polícia Civil, as 31 pessoas autuadas na Central de Garantias da Polícia Civil por agressão aos policiais terão que se apresentar a audiências de custódia na Justiça. O Maracanã foi utilizado ontem pela primeira vez para um evento esportivo desde a cerimônia de encerramento dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, em 18 de setembro.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212