Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia autua 42 torcedores por briga na reabertura do Maracanã - Jornal Brasil em Folhas
Polícia autua 42 torcedores por briga na reabertura do Maracanã


Quarenta e dois torcedores do Corinthians foram autuados, ontem (23), pela polícia depois do jogo de reabertura do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro: Flamengo 2x2 Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro.

De acordo com a Polícia Civil, 31 são suspeitos de tentar invadir o espaço reservado para a torcida do Flamengo, depredar o estádio e agredir policiais militares antes do início do jogo. Outros 11 foram autuados por promover tumulto.

Os policiais conseguiram controlar o tumulto com a ajuda de armas não letais, como sprays de pimenta. Quando a partida terminou, os cerca de 3 mil torcedores do time paulista ficaram retidos na arquibancada do estádio até que a polícia analisasse as imagens para identificar os agressores.

Os torcedores ficaram mais de duas horas aguardando a prisão dos suspeitos. O Corinthians divulgou uma nota repudiando a atitude da Polícia Militar, que ele considerou como “covarde”.

Nota do clube paulista critica polícia

“A fim de capturar 40 torcedores que supostamente se envolveram em briga com policiais, a PM aprisionou 3 mil torcedores do Corinthians no Estádio do Maracanã, fez com que todos eles tirassem a camisa e está liberando a saída de cinco em cinco pessoas. É inaceitável que uma briga aconteça dentro do estádio entre alguns torcedores e a polícia e a mesma não tenha capacidade de prender em flagrante os envolvidos, fazendo com que todos os outros corinthianos que lá estejam sejam agredidos como cidadãos” diz a nota.

O Corinthians também pede que a Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro puna os policiais militares envolvidos no episódio.

Segundo a Polícia Civil, as 31 pessoas autuadas na Central de Garantias da Polícia Civil por agressão aos policiais terão que se apresentar a audiências de custódia na Justiça. O Maracanã foi utilizado ontem pela primeira vez para um evento esportivo desde a cerimônia de encerramento dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, em 18 de setembro.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212