Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Maduro pede que empresários e operários recusem greve convocada pela oposição - Jornal Brasil em Folhas
Maduro pede que empresários e operários recusem greve convocada pela oposição


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu nesta quarta-feira aos trabalhadores e empresários do país que não atendam à convocação da greve geral de 12 horas feita pela oposição para a próxima sexta-feira, como forma de protesto contra o governo.

Convoco ao trabalho, e com o trabalho derrotaremos aqueles que querem prejudicar a nossa pátria, aqueles que querem violência, aqueles que querem levar a pátria a uma desestabilização, disse o chefe de Estado venezuelano a milhares de simpatizantes ao término de uma manifestação convocada pelo chavismo em Caracas em seu apoio.

Maduro disse que está em busca de novas respostas para que haja justiça e paz na Venezuela e garantiu aos simpatizantes que os opositores não terão sucesso em seus planos que, segundo ele, buscam a desestabilização e a materialização de um golpe de Estado.

(Os opositores) estão bêbados, estão desesperados e receberam a instrução do norte de acabar com a revolução bolivariana, afirmou Maduro, que relacionou as atividades opositoras contra ele com o fim do mandato do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Obama vai embora e quer destruir a Venezuela antes de sair, expressou Maduro.

As declarações do presidente foram feitas ao término de uma manifestação do chavismo para demonstrar apoio ao governante, ao mesmo tempo em que o antichavismo realizava outra grande manifestação do outro lado da cidade.

Esta é a segunda vez em dois dias que os governistas se mobilizam no centro da capital venezuelana. Na terça-feira, em atividade similar, os partidários do governo se reuniram para fazer uma demonstração de força perante os ataques dos opositores do Executivo venezuelano.

O governo acusa a oposição de realizar um golpe com a Assembleia Nacional (AN, parlamento) controlada pelo antichavismo após a câmara aprovar o início de um processo para determinar a responsabilidade política do presidente Maduro na ruptura do fio constitucional no país e o suposto abandono de seu cargo.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro participa no Chile de Cúpula Presidencial Sul-Americana
Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212