Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 País é pobre se depende só da Selic para conter inflação, diz presidente da CNI - Jornal Brasil em Folhas
País é pobre se depende só da Selic para conter inflação, diz presidente da CNI


O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, disse hoje (28) esperar que o governo e o Banco Central tenham outros mecanismos para controlar a inflação além da taxa de juros. Andrade avaliou que o BC tomou a melhor decisão, na semana passada, ao manter a taxa básica de juros em 14,25%.

Nesta manhã, o Comitê de Política Monetária divulgou ata em que sinaliza abandonar o objetivo de levar a inflação para o centro da meta (4,5%) ainda este ano. Robson Andrade disse entender que o aumento da taxa de juros gera redução da inflação e dá segurança para a moeda brasileira, mas ressaltou que o Brasil está em uma taxa tão elevada que o melhor foi não aumentar, nem diminuir.

A mexida na taxa de juros agora vai refletir daqui a seis meses. Espero que o governo e o Banco Central tenham outros mecanismos que não sejam apenas reduzir a taxa de juros. O país é muito pobre quando depende apenas da taxa de juros para controle da inflação, afirmou.

Na opinião do presidente da CNI, o ideal seria que a taxa diminuísse. Ele disse entender, porém, que no momento não dá pra diminuir.

Robson Andrade conversou com jornalistas ao chegar ao Palácio do Planalto para participar da primeira reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o chamado Conselhão, após a sua reativação. O objetivo do governo é ouvir dos conselheiros sugestões para as medidas econômicas que pretende adotar para recuperar a economia.

Para o presidente da CNI, o Conselhão, composto por 92 membros da sociedade civil, do empresariado e de representantes dos trabalhadores, não deve ser usado para a construção de consensos. Não acredito que seja possível, em um fórum tão eclético, conseguir consensos e construir políticas e propostas adequadas para aquilo que o país precisa. Acho que o governo tem que trazer as propostas, tem mecanismo para trazer aquilo que o país está precisando neste momento, e contar com esse fórum para dar referência, legitimidade, para as propostas que quer implementar, afirmou.

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212