Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Santander Brasil destaca estratégia digital para consolidar crescimento - Jornal Brasil em Folhas
Santander Brasil destaca estratégia digital para consolidar crescimento


O Banco Santander Brasil destacou nesta quarta-feira o avanço da estratégia digital como uma forma para consolidar o crescimento consistente da entidade financeira no país durante os próximos anos.

A estratégia digital do banco avança de maneira muito grande e já contamos com seis milhões de clientes digitais até o mês de setembro deste ano, afirmou o presidente da filial brasileira do Santander, Sérgio Rial, em um encontro com jornalistas para comentar os resultados do terceiro trimestre.

As transações realizadas através de dispositivos móveis cresceram 68% em 12 meses, das quais 17% correspondem ao último trimestre, acrescentou.

O diretor ressaltou que os 168 milhões de smartphones no Brasil o credenciam como um grande veículo de transação e de inclusão social e bancária.

O valor das transações digitais aumentou 42% entre janeiro e agosto deste ano, passando do montante de R$ 4,3 bilhões para R$ 6,1 bilhões.

O Santander Brasil também apresentou os resultados do terceiro trimestre do ano, que demonstram o crescimento consistente da entidade, segundo Rial.

Construímos a base não só para um grande resultado em 2016, mas me atreveria a dizer que também para os próximos períodos, declarou.

A entidade obteve no Brasil um lucro líquido de R$ 1,884 bilhões no terceiro trimestre de 2016, o que representa 10,3% a mais que no mesmo período do ano anterior.

O Brasil liderou até setembro deste ano os lucros do grupo com uma contribuição que equivale a 20% do total, seguido por Reino Unido (19%) e Espanha (14%). No resto de países latino-americanos, o México fornece 7%, o Chile 6% e a Argentina 4%.

O índice de inadimplência em operações vencidas a 90 dias fechou em 3,5%, três décimos a mais que no mesmo período de 2015. Quanto ao panorama macroeconômico, Rial destacou as mudanças estruturais que ocorreram no país nos últimos meses.

O Brasil aprendeu a desenvolver uma rede de produtividade e microprodutividade. Agora as empresas estão muito mais preparadas. Hoje estamos melhor do que como estávamos há quatro anos, argumentou.

Rial também disse que agora há uma mudança mais estável, sem tanta volatilidade e ressaltou que devido à estabilidade política e institucional muitas empresas voltaram ao país.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212