Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Lava Jato: PF prende empresário em Guarulhos por corrupção e lavagem de dinheiro - Jornal Brasil em Folhas
Lava Jato: PF prende empresário em Guarulhos por corrupção e lavagem de dinheiro


A Polícia Federal (PF) prendeu preventivamente na tarde de hoje (26) o empresário Mariano Marcondes Ferraz, executivo do Grupo Trafigura e representante da Decal do Brasil. A prisão ocorreu no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), de onde Ferraz embarcaria para Londres à noite. Ele é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. A determinação da prisão foi expedida pelo juiz federal Sérgio Moro, no âmbito da operação Lava Jato.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), autor do pedido de prisão, o empresário efetuou, entre os anos de 2011 e 2014, o pagamento de propinas acima de US$ 800 mil ao então diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em razão de contratos firmados com a estatal. Os depósitos foram feitos em uma conta offshore, mantida no exterior, por um dos genros do ex-diretor.

“Os documentos comprobatórios dos pagamentos confirmam o depoimento prestado por Costa em acordo de colaboração premiada, que afirma ter recebido propina de Ferraz pelos contratos firmados com a estatal. O pagamento de propina, conforme apontam as investigações, ocorreram por vários anos, até ao menos 2014”, disse o MPF em nota.

Segundo o MPF, o empresário tem cidadania brasileira e italiana, trabalha e reside no exterior, e possui vultosos recursos depositados fora do Brasil. De acordo com o órgão, desde a deflagração da Lava Jato, Ferraz mudou o padrão de viagens internacionais, “o que é indicativo de que receava eventual prisão e responsabilização”. “O empresário poderia facilmente não mais retornar ao território nacional, atrapalhando, com isso, a efetividade do processo e de futura sanção penal em caso de condenação”, destacou o MPF.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212