Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ofensiva dos EUA em Raqqa, na Síria, começará nas “próximas semanas” - Jornal Brasil em Folhas
Ofensiva dos EUA em Raqqa, na Síria, começará nas “próximas semanas”


O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, afirmou hoje (26) que a ofensiva para reconquistar Raqqa, capital do Estado Islâmico (EI) na Síria, deve começar nas próximas semanas. As informações são da Agência Ansa.

A declaração foi dada durante uma entrevista exclusiva à emissora NBC. Segundo Carter, o assalto à cidade está há tempos nos planos do Pentágono. Na última terça-feira (25), o secretário se reuniu com os ministros da Defesa de 13 países que integram a aliança para discutir os próximos passos da luta contra o Estado Islâmico.

Raqqa foi ocupada pelas primeiras células jihadistas em agosto de 2013, quando o grupo ainda se chamava Estado Islâmico do Iraque e do Levante. A cidade passou a receber nos últimos dias extremistas em fuga de Mossul, no Iraque, que está sendo cercada pelas tropas de Bagdá e pelas forças curdas, com apoio da coalizão liderada pelos Estados Unidos.

Atrocidades

Os dois municípios estão a cerca de 460 km de distância e são considerados os principais redutos do EI em cada país. Raqqa tem aproximadamente 200 mil habitantes e fica no norte da Síria, perto da fronteira com a Turquia.

A cidade foi palco de algumas das maiores atrocidades cometidas pelo Estado Islâmico, como fazer crianças executarem reféns e o assassinato de uma mãe por seu filho jihadista, e abriga um mercado onde mulheres são vendidas por até US$ 500.

Além disso, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), o líder do EI, Abu Bakr al Baghdadi, estaria escondido no município sírio.

Também nesta quarta-feira, a França prorrogou o fim da missão do porta-aviões Charles de Gaulle no Mediterrâneo para meados de dezembro. A embarcação serve de base para ataques tanto na Síria quanto no Iraque e pode ser usada para a retomada de Raqqa.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212