Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Residencial Nelson Mandela recebe visita técnica - Jornal Brasil em Folhas
Residencial Nelson Mandela recebe visita técnica


O presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Stival, e o secretário Vilmar Rocha (Secima) visitaram na manhã desta sexta-feira, dia 29, o canteiro de obras onde estão sendo construídos os primeiros apartamentos do Residencial Nelson Mandela, que terá nesta primeira etapa 1.616 apartamentos. Os gestores conferiram o trabalho que alcançou 19,3% de execução. Já são 22 blocos de apartamentos levantados, dos quais 13 em fase de acabamento. Também participou da visita o deputado federal Marcos Abrão, ex-presidente da Agehab.

O Governo de Goiás já liberou toda a contrapartida do Cheque Mais Moradia para a construção da primeira etapa, mais de R$ 24 milhões. “O Nelson Mandela é resultado do esforço e preocupação do Governo de Goiás com o déficit habitacional na Região Metropolitana de Goiânia”, ressaltou o presidente Luiz Stival, durante a visita àquele que já é o maior empreendimento habitacional de interesse social de Goiás.Foto Sérgio Willian (59)

De acordo com Stival, um trabalho da magnitude do Nelson Mandela – cuja dimensão pôde ser conferido pelas equipes – só se tornou possível no Estado graças à concepção de uma arrojada política habitacional, que permite a união entre recursos estaduais e recursos federais. O foco são famílias que precisam, com renda de até três salários mínimos. “Trata-se de uma visão simples, mas ao mesmo tempo inovadora em Goiás. Habitação de interesse social só se faz com parceria”, sublinhou.

Avanço

Ao todo, são 101 blocos de quatro andares sendo que serão construídos no Nelson Mandela. Cada bloco terá 16 apartamentos, quatro por andar. O apartamento, de dois quartos, tem 42,9 metros quadrados. As moradias destinam-se a famílias com renda de até R$ 1,6 mil, residentes em Goiânia e que não tenham sido contempladas por nenhum programa habitacional (federal, estadual ou municipal).

O trabalho é fruto da parceria entre o Governo de Goiás, por meio da Agehab, e o Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), do governo federal, operacionalizado pela Caixa Econômica Federal. No total serão construídas 5 mil moradias em áreas descontínuas disponibilizadas pela Agehab no Vera Cruz, com investimento total superior a R$ 300 milhões, dos quais R$ 70 milhões em Cheque Mais Moradia, do Governo de Goiás.

Equipamentos comunitários

No Nelson Mandela, além da construção das moradias, o Estado investirá na implantação de equipamentos públicos. Estão programadas construção de quatro centros de educação infantil com capacidade para atender em tempo integral 720 crianças; posto de saúde com capacidade para 10 mil atendimentos; uma escola de ensino fundamental para 920 alunos e uma escola de ensino médio padrão século 21 para 1,4 mil vagas, e ainda ampliação do Centro de Referência e Assistência Social (Cras).

As inscrições das famílias para esse empreendimento devem ser abertas ainda neste semestre. A previsão da construtora responsável pela obra, a Direcional, é de conclusão dessa primeira etapa até dezembro próximo.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212