Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Com criatividade para contornar a crise, Mix Brasil celebra sua 24ª edição - Jornal Brasil em Folhas
Com criatividade para contornar a crise, Mix Brasil celebra sua 24ª edição


Mesmo afetado pela crise econômica, o Festival MixBrasil de Cultura da Diversidade chega à sua 24ª edição “com todas as atividades acontecendo”, disse o diretor e curador do festival, João Federici. E ainda com uma novidade: o MixLab, que vai promover o encontro entre cineastas do país e do mundo por meio de apresentação de filmes, palestras, debates e cursos para os jovens cineastas brasileiros.

Considerado o maior festival LGBTQ da América Latina, o Mix Brasil começa no dia 9 e prossegue até o dia 20, na capital paulista, apresentando 114 filmes de 26 países, muitos deles premiados em festivais. “Continuamos com o cinema sendo nosso forte e com o teatro com cerca de dez espetáculos”, disse Federici, em entrevista à Agência Brasil.

“O festival continua com todo esse alvoroço e com todos os problemas financeiros que a gente enfrentou e está enfrentando este ano, mas o evento continua inteiro, com todas as atividades.

Segundo Federici, a crise foi contornada dentro do festival “com muita criatividade” e uma equipe um pouco mais reduzida, além de uma diminuição na quantidade de filmes estrangeiros. Mas isso será pouco sentido pelo público e nas diversas atividades de cinema, música, teatro, dança e conferências que são promovidas todos os anos pelo evento.

O tradicional Show do Gongo, comandado pela atriz Marisa Orth, também não ficará de fora e vai ocorrer no dia 15, a partir das 20h30, no Centro Cultural São Paulo. Apesar da crise, o festival deste ano foi ampliado. “Crescemos em salas. Teremos mais salas este ano. Teremos toda uma programação nos CEUs [Centros Educacionais Unificados] da cidade”, disse.

As crianças terão uma atividade especial no Centro Cultural São Paulo, uma oficina chamada “Fazendo Cinema - Crescendo com a diversidade, coordenada por Christian Saghaard. “Temos uma oficina para crianças de escolas públicas e vamos mostrar como fazer cinema e aprender a fazer cinema com diversidade”, afirmou.

A abertura do festival, no Auditório Ibirapuera, terá a apresentação do filme O Ornitólogo, do cineasta português João Pedro Rodrigues, homenageado pelo evento este ano. O filme foi premiado em Locarno, na Suíça, este ano, na categoria de melhor direção. Outros filmes premiados e que estarão no festival são É Apenas o Fim do Mundo, de Xavier Dolan (Canadá), vencedor do prêmio do Júri no Festival de Cannes; As Vidas de Thérèse, de Sébastien Lifshitz (França), vencedor da Queer Palm no Festival de Cannes; Kiki, de Sara Jordenö (Suécia/EUA), vencedor do Teddy de melhor documentário em Berlim; Quem Vai Me Amar Agora?, de Barak Heymann e Tomer Heymann (Israel/Reino Unido), vencedor do Panorama Audience Award no Festival de Berlim; e A Intervenção, de Clea DuVall (EUA), prêmio especial do Júri e de melhor atriz em Sundance.

Pela segunda vez, dentro do festival, as questões relativas à população LGBTQIA (termo adotado no lugar de LGBT, que vem gerando polêmica nos Estados Unidos) serão debatidas em cursos, oficinas, encontros e rodas de conversa na Conferência Internacional [SSEX BBOX] & Mix Brasil.

“A sexualidade e identidade de gênero têm que ser discutidas em escolas. Isso faz parte de um processo e isso ainda vai causar muito. O festival já ajudou muito e continua ajudando nisso. Nosso público é de 50% de pessoas do segmento LGBTQ e 50% público não LGBT. Ele é um festival que já nasceu com o nome de Mix, ou seja, é para todo mundo. É um festival que não é um gueto, mas que busca todo mundo”, disse ele.

 

Últimas Notícias

Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212