Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Obama faz campanha por Hillary e diz que Trump ameaça os direitos civis - Jornal Brasil em Folhas
Obama faz campanha por Hillary e diz que Trump ameaça os direitos civis


O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez um dramático apelo para que democratas norte-americanos de todas as origens étnicas defendam a candidata Hillary Clinton e votem nela. Em discurso na Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill (estado da Carolina do Norte), Obama alertou que o destino dos Estados Unidos - e do mundo - está em jogo.

Segundo ele, o candidato do Partido Republicano, Donald Trump, adversário de Hillary nas eleições para a presidência dos Estados Unidos, é uma ameaça aos direitos civis, duramente conquistados no país e no mundo. As eleições serão realizadas terça-feira próxima, 8 de novembro.

Em resposta, o candidato Donald Trump disse, em campanha em Pensacola, no estado da Flórida, que Obama deve parar de fazer campanha para Hillary Clinton e se concentrar em administrar o país. O resultado final é que ninguém quer mais quatro anos de Obama, acrescentou. Numa referência às recentes pesquisas que mostram os dois candidatos tecnicamente empatados, Trump disse que Hillary Clinton está completamente desorientada nos últimos dias.

Ao citar o movimento dos direitos civis que ocorreu no século passado e foi marcado por rebeliões e marchas pelas ruas de várias cidades dos Estados Unidos e de outros países, o presidente Obama pretende motivar os apoiadores de Hillary a atuarem nos últimos dias da campanha para evitar o risco de uma derrota. A própria campanha de Obama, quando foi eleito em 2008 e 2012, teve como base a temática do movimento dos direitos civis, que lutou contra a discriminação e a segregação racial, entre os anos de 1955 e 1968.

O presidente dos Estados Unidos vem participando, nos últimos dias, de vários eventos ligados à campanha eleitoral. Essa maior participação de Barack Obama coincide com a disputa acirrada entre Hillary Clinton e Donald Trump.

Além de Chapel Hill, o presidente norte-americano fará campanha por Hillary em algumas cidades da Flórida e também em Charlotte, a maior cidade da Carolina do Norte.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212