Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 França abre maior centro de refugiados da União Europeia - Jornal Brasil em Folhas
França abre maior centro de refugiados da União Europeia


A França abriu nesta quinta-feira (10) o primeiro centro oficial temporário para imigrantes. Localizado no norte de Paris, o estabelecimento é considerado o maior em toda a União Europeia (UE). Exclusivamente reservado para homens, a estrutura conta com 400 postos e, até o fim do ano, será expandida para 600. O centro fica no Boulevard Ney, não muito distante de Montmartre e de zonas comerciais, e tem 13.500 metros quadrados.

Este centro para imigrantes, batizado de Centre Humanitaire Paris Nord, era uma promessa feita há três meses pela prefeita de Paris, Anne Hidalgo, e servirá apenas para acolhimento temporário. Cada refugiado ou solicitante de asilo poderá permanecer no local de 5 a 10 dias e a expectativa é que o centro receba 80 pessoas diariamente.

Não haverá condições ou pré-requisitos. Não se pode fazer distinção das pessoas, disse Hidalgo. Nosso approach será humanitário para responder ao imenso desafio do fluxo imigratório e para acabar com os acampamentos selvagens no coração de Paris. Será uma estrutura onde eles podem dormir, tomar banho, comer, receber uma assistência digna até que saibam o que fazer na Europa, explicou a prefeita.

Os imigrantes receberão orientação de equipes da Emmaus Solidarité e da Secretaria Francesa para Imigração e Integração (OFII).

Em janeiro, perto de Ivry-Sur-Seine, deve ser inaugurado outro centro de acolhimento - com capacidade para 350 pessoas - para receber mulheres e crianças. Mas a ideia das autoridades francesas é que ambas estruturas sejam desmontadas em até dois anos, quando se prevê o fim da crise imigratória na Europa.

Os projetos de construção custaram 8 milhões de euros, sendo que 6,6 milhões foram pagos pela prefeitura de Paris. O restante, pelo governo da França.

As despesas com manutenção e funcionamento estão avaliadas em 13 milhões de euros. Há duas semanas, a França finalizou a evacuação completa do campo de Calais, uma zona que naturalmente virou centro de acampamento de refugiados que tentavam atravessar o Canal da Mancha.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212