Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 PM admite que agressão a fotógrafo em protesto no Rio fugiu dos padrões - Jornal Brasil em Folhas
PM admite que agressão a fotógrafo em protesto no Rio fugiu dos padrões


A Polícia Militar do Rio de Janeiro reconheceu hoje (12) que PMs agiram fora dos padrões ao agredir, a cassetadas, um fotógrafo, na noite de sexta-feira (11), no centro do Rio de Janeiro. O rapaz acompanhava uma manifestação contra o pacote de cortes do governo estadual e a PEC 55, que limita gastos do governo federal em tramitação no Congresso Nacional.

Segundo o vídeo disponível na internet, o fotógrafo foi cercado por pelo menos seis policiais militares, que usaram cassetetes contra os braços e as pernas do rapaz, enquanto um grupo de pessoas de dentro de um restaurante, avisava que o jovem era da imprensa.

Após assistir as cenas, em nota, o comandante do Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos, o tenente-Coronel Rubens Castro Peixoto Júnior admitiu que a abordagem não seguiu regras da corporação e vai abrir uma investigação, na esfera disciplinar, para avaliar o caso.

“O tenente-coronel [Rubens Castro] Peixoto [Júnior]- Comandante do Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos (BPGE) - analisou as imagens veiculada nas redes sociais e reconhece que a abordagem efetuada pelos Policiais Militares do 5º BPM e do BPGE não seguiu os padrões regulados no âmbito corporativo”, afirmou a PM à imprensa.

A agressão ocorreu nas proximidades da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, no centro, que nesta semana chegou a ser invadida por PMs, bombeiros e agentes de segurança, também em protesto contra o pacote do governo do Rio. A medida prevê aumento da contribuição previdenciária de 30% dos salários de servidores e aposentados, por exemplo.

OAB condena “agressão covarde”

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no Rio de Janeiro, também divulgou uma nota, na qual considerou “covarde agressão física perpetrada por policiais”. A entidade também quer abertura de processo disciplinar. No vídeo, os PMs não estavam com identificação nas fardas.

“Polícia nenhuma pode agir desta forma contra qualquer cidadão, seja jornalista ou manifestante, tais fatos só demonstram o completo despreparo destes policiais agressores”, disse a OAB.

De acordo com a Polícia, a agressão ocorreu depois da dispersão da manifestação, que aconteceu de maneira pacífica. Neste momento, um pequeno grupo tinha provocado os policiais, como “uma série de violações e insultos” e acabaram detidas na 5º Delegacia de Polícia.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212