Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tiago Henrique é julgado pela 21ª vez nesta quinta-feira - Jornal Brasil em Folhas
Tiago Henrique é julgado pela 21ª vez nesta quinta-feira


O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha será julgado nesta quinta-feira (17), pela 21ª vez. Hoje, ele responde pelo homicídio de Rosirene Gualberto da Silva. O crime ocorreu por volta das 23h20 do dia 19 de julho de 2014, na Avenida Anhanguera, no Setor dos Funcionários.

Segundo a denúncia, Rosirene e sua irmã, Rocilda Gualberto da Silva, dirigiam-se à Danceteria Viola de Prata, no automóvel da vítima. Ao chegarem perto do estabelecimento comercial, Rosirene estacionou o veículo sobre a calçada para que trocassem os sapatos.

Motivo torpe

O Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) denunciou Tiago Henrique por homicídio com as qualificadoras de motivo torpe e com utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

Enquanto permaneciam dentro do automóvel, Tiago Henrique, segundo a denúncia do MPGO, parou sua motocicleta ao lado da porta da motorista e anunciou um assalto, determinando que entregasse as chaves do veículo.

A vítima não esboçou reação e, antes que atendesse a ordem, o vigilante disparou um tiro de revólver em seu peito. Em seguida, o vigilante deixou o local do crime tranquilamente. Rocilda da Silva sofreu um ferimento leve no antebraço.

Indícios

Logo após ser preso pela força-tarefa montada pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária, em outubro de 2014, Tiago Henrique confessou o crime. O Laudo Pericial de Confronto Microbalístico indicou que o projétil que atingiu a vítima foi expelido pelo revólver apreendido na residência do acusado.

Rocilda da Silva também reconheceu o vigilante como autor do disparo e fotografias de fotossensores instalados nas ruas da região onde ocorreu o crime mostram a motocicleta utilizada por ele transitando pelo local na data e horário do crime.

Pena

Tiago Henrique já foi condenado a 463 anos e 10 meses de prisão, por 19 homicídios, 1 roubo a agência lotérica e porte ilegal de armas. O vigilante foi absolvido de um homicídio.

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212