Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Preso desde 2014, deputado opositor Rosmit Mantilla é solto na Venezuela - Jornal Brasil em Folhas
Preso desde 2014, deputado opositor Rosmit Mantilla é solto na Venezuela


As autoridades da Venezuela libertaram nesta quinta-feira o deputado da oposição Rosmit Mantilla, preso desde maio de 2014, e acusado pelo chavismo de participar de planos subversivos durante os protestos antigovernamentais da época, informou a oposição.

Libertado o deputado Rosmit Mantilla, seguimos avançando, afirmou através do Twitter o prefeito de Sucre, Carlos Ocariz, representante da aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) no processo de diálogo com o governo venezuelano.

Mantilla também escreveu uma mensagem no Twitter: Informo ao país que há poucos minutos assinei minha libertação. Muito obrigado Venezuela pelo apoio.

Posteriormente, o canal internacional NTN 24 publicou um vídeo com as primeiras declarações do deputado após assinar sua liberdade, uma peça que mostra o legislador dentro de um hospital onde foi internado há vários dias após apresentar alguns problemas de saúde.

A primeira coisa que vem à minha mente é o compromisso da palavra, com os venezuelanos, com os presos políticos, com meus irmãos que estão fazendo fila, sem medicamentos, afirmou.

O opositor também disse que após dois anos de sequestro e confinamento estava se sentindo mais fortalecido, por isso anunciou que estará na próxima terça-feira na Assembleia Nacional (AN, parlamento) para tomar posse.

Mantilla, membro do partido Vontade Popular (VP), do opositor preso Leopoldo López, foi submetido na última segunda-feira a uma cirúrgica de emergência para retirar cálculos na vesícula e no pâncreas e está em recuperação.

O deputado, o primeiro na Venezuela ter que assumido ser homossexual, era considerado pela MUD como um preso político emblemático e foi declarado preso de consciência em 2015 pela Anistia Internacional (AI) que pediu em várias ocasiões ao presidente venezuelano, Nicolás Maduro, sua imediata saída da prisão.

Sua libertação é a primeira que acontece depois que o governo e a MUD assinassem os primeiros acordos da mesa de diálogo no último dia 12, que incluíam a saída da prisão de vários opositores.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212