Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Preso desde 2014, deputado opositor Rosmit Mantilla é solto na Venezuela - Jornal Brasil em Folhas
Preso desde 2014, deputado opositor Rosmit Mantilla é solto na Venezuela


As autoridades da Venezuela libertaram nesta quinta-feira o deputado da oposição Rosmit Mantilla, preso desde maio de 2014, e acusado pelo chavismo de participar de planos subversivos durante os protestos antigovernamentais da época, informou a oposição.

Libertado o deputado Rosmit Mantilla, seguimos avançando, afirmou através do Twitter o prefeito de Sucre, Carlos Ocariz, representante da aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) no processo de diálogo com o governo venezuelano.

Mantilla também escreveu uma mensagem no Twitter: Informo ao país que há poucos minutos assinei minha libertação. Muito obrigado Venezuela pelo apoio.

Posteriormente, o canal internacional NTN 24 publicou um vídeo com as primeiras declarações do deputado após assinar sua liberdade, uma peça que mostra o legislador dentro de um hospital onde foi internado há vários dias após apresentar alguns problemas de saúde.

A primeira coisa que vem à minha mente é o compromisso da palavra, com os venezuelanos, com os presos políticos, com meus irmãos que estão fazendo fila, sem medicamentos, afirmou.

O opositor também disse que após dois anos de sequestro e confinamento estava se sentindo mais fortalecido, por isso anunciou que estará na próxima terça-feira na Assembleia Nacional (AN, parlamento) para tomar posse.

Mantilla, membro do partido Vontade Popular (VP), do opositor preso Leopoldo López, foi submetido na última segunda-feira a uma cirúrgica de emergência para retirar cálculos na vesícula e no pâncreas e está em recuperação.

O deputado, o primeiro na Venezuela ter que assumido ser homossexual, era considerado pela MUD como um preso político emblemático e foi declarado preso de consciência em 2015 pela Anistia Internacional (AI) que pediu em várias ocasiões ao presidente venezuelano, Nicolás Maduro, sua imediata saída da prisão.

Sua libertação é a primeira que acontece depois que o governo e a MUD assinassem os primeiros acordos da mesa de diálogo no último dia 12, que incluíam a saída da prisão de vários opositores.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212