Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Nave tripulada russa Soyuz MS-03 decola rumo à ISS - Jornal Brasil em Folhas
Nave tripulada russa Soyuz MS-03 decola rumo à ISS


A nave russa Soyuz MS-03, com três tripulantes a bordo, foi lançada nesta quinta-feira a partir do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, rumo à Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês).

Na nave, a terceira da nova série Soyuz, viajam o cosmonauta russo Oleg Novitski, a astronauta americana da Nasa Peggy Whitson, e o francês Thomas Pesquet, da Agência Espacial Europeia (ESA, sigla em inglês).

O lançamento foi realizado às 20h20 GMT (18h20 de Brasília) com ajuda de um foguete portador Soyuz-FG e, segundo o plano de voo, a nave se acoplará à ISS às 22h02 GMT (20h02 de Brasília) do próximo sábado.

Assim como no lançamento das duas primeiras naves da nova série Soyuz, a Roscosmos, a agência espacial russa, optou pelo esquema lento de aproximação e acoplamento à ISS, e não pelo que vinha sendo utilizado ultimamente, que permite o encaixe na plataforma seis horas depois da decolagem.

Os tripulantes da Soyuz MS-03 serão recebidos na plataforma orbital por seus ocupantes atuais: os russos Sergei Rizhikov e Andrei Borisenko, e o americano Shane Kimbrough, que estão há mais de três meses no espaço.

A nova tripulação celebrará o Natal e o Ano Novo a bordo da ISS e poderá saborear pratos cozinhados em um restaurante de Paris com duas estrelas da Michelin, explicou em entrevista coletiva o astronauta francês.

Essa comida, infelizmente, não é só para mim, mas para toda a tripulação, brincou Pesquet, que levará essas delícias a bordo.

A ISS, um projeto de mais de US$ 150 bilhões de dólares no qual participam 16 nações, atualmente é integrada por 14 módulos permanentes e orbita a uma velocidade de mais de 27 mil km/h a uma distância de 400 quilômetros da Terra.

A órbita da plataforma é elevada periodicamente com a ajuda de propulsores de naves acopladas a ela, já que a ISS perde diariamente entre 100 e 150 metros de altitude devido à gravitação terrestre, à atividade solar e outros fatores.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212