Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Demanda do consumidor por crédito cresce 6,1% em outubro, diz Serasa Experian - Jornal Brasil em Folhas
Demanda do consumidor por crédito cresce 6,1% em outubro, diz Serasa Experian


A quantidade de pessoas que buscou crédito em outubro de 2016 cresceu 6,1% em relação ao mês de setembro. Na comparação com outubro do ano passado, houve aumento de 11%. No acumulado do ano, de janeiro até outubro deste ano, a demanda do consumidor aumentou 2,7% em relação ao mesmo período de 2015. Os dados são da Serasa Experian.

De acordo com os economistas da Serasa, a greve dos bancários, que paralisou o atendimento em várias agências do país durante o mês de setembro, gerou impactos na busca por crédito naquele mês. A alta da procura por crédito em outubro se deve também a esse cenário, avaliou a entidade.

Renda

Para os consumidores que ganham até R$ 500 mensais, a alta na procura por crédito foi 8,5%. Para os que recebem entre R$ 500 e R$ 1 mil por mês, o crescimento chegou a 6,4% e para aqueles com renda mensal de R$ 1 mil a R$ 2 mil, o aumento chegou a 5,4%.

Para aqueles que ganham entre R$ 2 mil e R$ 5 mil por mês, a alta foi 5,8%. Para aqueles que recebem entre R$ 5 mil e R$ 10 mil mensais, o aumento chegou a 5,5% e para os que ganham mais de R$ 10 mil, o aumento chegou a 4,7%.

No acumulado do ano até outubro de 2016, com exceção da faixa de menor renda – que teve queda de 0,2% –, a busca do consumidor por crédito subiu nas demais faixas de renda em relação ao mesmo período de 2015: consumidores com renda mensal entre R$ 500 e R$ 1 mil (2,5%); renda mensal entre R$ 1 mil e R$ 2 mil (3,3%); renda entre R$ 2 mil e R$ 5 mil (3,2%); renda entre R$ 5 mil e R$ 10 mil (3,2%) e renda mensal maior que R$ 10 mil (2,9%).

Região

Em outubro deste ano, quando comparado a setembro, as variações na procura do consumidor por crédito nas regiões do país foram: Norte (11,4%); Nordeste (10,4%); Centro-Oeste (10,7%), Sul (6,3%); Sudeste (3,2%).

No acumulado do ano, a demanda do consumidor por crédito cresceu 5,9% na Região Sul, 2,7% no Sudeste e 3,9% no Centro-Oeste, na comparação com o mesmo período do ano anterior. No Nordeste, a alta acumulada no ano foi de 0,2%. Na direção contrária, está apenas a Região Norte com queda acumulada de 3,5% na comparação com o mesmo período do ano passado.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212