Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Nave de carga parte da Estação Espacial Internacional - Jornal Brasil em Folhas
Nave de carga parte da Estação Espacial Internacional


Como o fogo age no espaço? Os pesquisadores descobrirão em breve, quando incendiarem nove diferentes materiais a bordo de uma nave espacial não tripulada a caminho de uma reentrada flamejante na atmosfera terrestre, revelou a Nasa nesta segunda-feira.

A nave de carga Cygnus, operada pela empresa americana Orbital ATK, deixou a Estação Espacial Internacional (ISS) nesta segunda-feira, às 8h22 (11h22 de Brasília), carregada com 1,5 tonelada de lixo, segundo a agência espacial americana.

Toda a nave e seu conteúdo serão queimados ao reentrar na atmosfera terrestre, às 18h30 (21h30 de Brasília) de domingo.

Mas até lá, a nave espacial se transformará em um laboratório com o objetivo de melhorar a segurança dos astronautas que vivem no espaço, ajudando os especialistas a entenderem melhor como o fogo se comporta na microgravidade.

Um incêndio de uma nave espacial é uma das maiores preocupações em relação à segurança da tripulação para a Nasa e a comunidade internacional de exploração espacial, disse o gerente de projetos Gary Ruff, parte da equipe que trabalha no experimento conhecido como Spacecraft Fire Experiment, ou Saffire.

As nove amostras de materiais que serão inflamados incluem tecidos retardadores de chamas usados em roupas de astronautas, amostras de janelas de acrílico com bordas e estruturas variadas usadas para recipientes de armazenamento e compostos de silicone, disse a Nasa.

O Saffire procura responder a duas perguntas, disse o pesquisador principal, David Urban.

Será que uma chama ascendente em expansão continua crescendo, ou a microgravidade limita seu tamanho?

Em segundo lugar, que tecidos e materiais vão pegar fogo e como eles queimarão?, acrescentou.

A Nasa disse que o primeiro incêndio da série de experimentos começaria cerca de cinco horas depois da partida da Cygnus.

O objetivo é ajudar os pesquisadores a compreenderem melhor a inflamabilidade desses materiais em um ambiente de microgravidade, disse uma declaração da Orbital ATK.

A empresa disse que os dados serão baixados da nave espacial via telemetria.

A Cygnus foi lançada da Wallops Island, na Virgínia, e chegou à ISS em 23 de outubro, transportando 2.300 quilos de alimentos, suprimentos e experimentos científicos para a equipe de astronautas que vivem em órbita.

A Orbital ATK e a SpaceX receberam contratos da Nasa no valor de mais de um bilhão de dólares para abastecer a estação espacial.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212