Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governadores discutem dívidas dos estados com Temer - Jornal Brasil em Folhas
Governadores discutem dívidas dos estados com Temer


Ao lado de outros 22 chefes de executivos estaduais, o governador Marconi Perillo passou a terça-feira, dia 22, em Brasília em reuniões que discutiram a crise dos estados. A primeira reunião ocorreu às 10 horas na residência oficial do governo do Distrito Federal. De lá, todos foram para o Palácio do Planalto para um encontro de mais de duas horas com o presidente Michel Temer e equipe econômica.

“As duas reuniões foram muito boas. Primeiro, na parte da manhã ficamos discutindo várias medidas de ajuste fiscal, contenção de gastos e despesas, reforma da previdência e assuntos que vão garantir uma melhor reestruturação dos gastos do estado”, comentou Marconi.

Ao final da reunião com o presidente Temer, o governador de Goiás declarou que os estados não podem ficar presos apenas aos problemas conjunturais. Entende ser preciso que se preocupem com medidas estruturantes, de longo prazo, que vão perpassar os atuais governos garantindo sustentabilidade financeira aos próximos governadores para poderem pagar os benefícios de aposentadoria, os salários em dia, as despesas correntes e, principalmente, terem garantia de recursos para investimentos.

Encontro positivo
Marconi avaliou como positivo o encontro que os governadores tiveram com o presidente Temer. “O presidente Temer, como sempre, nos recebeu muito bem. Foi generoso ao ouvir a todos. Eu fiz a exposição das medidas que nós gostaríamos que fossem adotadas no âmbito dos estados e da federação. E ao final chegamos a um acordo em relação a um texto que será assinado por todos os governadores. Também conseguimos com o presidente Temer a liberação das parcelas das multas das repatriações para os estados e municípios”.

O governador informou também que na reunião com o presidente da República foi criado um Fórum Permanente de Governadores. Ele ficará responsável pela definição de uma comissão, com um governador representando cada região, que irá dialogar permanentemente com a equipe econômica do governo para que todas as medidas que forem adotadas em nível federal também possam ter repercussão nos estados.

Participaram da reunião com o presidente Temer os governadores Marconi Perillo (GO), Camilo Santana (CE), Confúncio Moura (RO), Fernando Pimentel (MG), Flávio Dino (MA), Geraldo Alckmin (SP), Jackson Barreto (SE), João Raimundo Colombo (SC), José Melo de Oliveira (AM), Luiz Fernando Pezão (RJ), Marcelo Miranda (TO), Paulo Câmara (PE), Pedro Taques (MT), Reinaldo Azambuja (MS), Ricardo Coutinho (PB), Rui Costa (BA), Simão Jatene (PA), Suely Campos (RR), Tião Viana (AC), Waldez Góes (AP), José Ivo Sartori (RS), Wellington Dias (PI) e Rodrigo Rollemberg (DF).

Os ministros Henrique Meirelles, da Fazenda, e Dyogo de Oliveira, do Planejamento, a secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, e o secretário-executivo da Fazenda, Eduardo Guardia, também estiveram na reunião, assim como os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara Federal, Rodrigo Maia.

A equipe econômica do governo federal está elaborando um documento com as demandas dos governadores para ser analisada pelo governo federal. Dentre elas, como adiantou Marconi, está a securitização da dívida ativa, a liberação de uma fatia maior da multa dos recursos da repatriação e mudanças nos parâmetros da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Sobre a securitização, na reunião foi solicitada aos presidentes do Senado e da Câmara, maior celeridade na votação do projeto no Congresso Nacional. O ministro Henrique Meirelles deverá conversar com todos os secretários de Fazenda na sexta-feira, 25, ou segunda, 28, para voltar a tratar da crise financeira. A secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão Costa, acompanhou o governador na agenda de hoje em Brasília.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212