Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Desafios da Segurança Pública são debatidos - Jornal Brasil em Folhas
Desafios da Segurança Pública são debatidos


Desafios da Segurança Pública em Goiás - esse foi o tema de uma palestra ministrada pelo vice-governador e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, José Eliton, durante o quarto Encontro Estadual das Associações Comerciais e Industriais, realizado no Papillon Hotel, em Goiânia.

“Trabalhamos para o fortalecimento do ambiente de segurança, que é um dos pilares para a construção de uma economia forte”, destacou o titular da SSPAP, ao lembrar, ainda, das ações realizadas pelas entidades no desenvolvimento e crescimento do Estado.

“O círculo (de demandas e problemas relativos à área de segurança pública) é perverso e pernicioso que afeta não só a integridade das famílias com sua paz social, mas o processo de desenvolvimento econômico de um Estado”, disse José Eliton nesta terça-feira, dia 22, ao citar que é preciso estabelecer mudanças de paradigmas e de procedimentos no enfrentamento às diversas modalidades de crimes cometidos.

“Justamente nesse cenário que estamos a trabalhar uma construção de uma política de segurança que possa mitigar esse problema”, disse o vice-governador. E acrescentou, também, que Segurança Pública é baseada em três eixos: operacional tático, ação política de discussão da estrutura jurídica nacional e participação da sociedade. O Pacto Integrador de Segurança Pública Interestadual também foi abordado pelo secretário como iniciativa para prevenção e resolução de crimes.

Ao falar das medidas adotadas pelo Estado para garantir mais segurança à sociedade, José Eliton lembrou que, em 2015, o Governo de Goiás investiu 12,55% do orçamento em segurança pública. Esse percentual corresponde a cerca de R$ 2 bilhões. Eliton sugeriu às associações algumas ações de parceria entre os comerciantes, empresários, municípios e segurança. O botão de pânico instalado nos comércios foi um dos exemplos citados.

Outro ponto defendido por Eliton é uma maior participação do governo federal na garantia da ordem e paz social, em conjunto com ações dos estados e municípios. Ele destacou, por exemplo, a necessidade da reestruturação do sistema penitenciário brasileiro, bem como a criação do ministério da segurança, além de outros temas, como o regime de progressão de pena. “Saímos de uma década de cultura do desencarceramento”, lamentou.

Voz da população
Ao final da conferência, o titular da SSPAP ouviu as demandas de diversos presidentes de associações comerciais e de representantes dos municípios. Sobre as propostas e sugestões, José Eliton ressaltou a importância do diálogo permanente da sociedade na construção de políticas de segurança que atenda às necessidades da população.eliton palestra 1

Reafirmou, ainda, que serão realizadas audiências do Pacto Social Goiás Pela Vida em 21 municípios goianos. “Essas cidades correspondem a cerca de 89% dos crimes cometidos atualmente no Estado”, disse ao citar Itumbiara, um desses municípios, visitado nesta manhã pelo titular da SSPAP.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212