Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Palmeiras bate Chapecoense, conquista o Brasileirão e encerra jejum após 22 anos - Jornal Brasil em Folhas
Palmeiras bate Chapecoense, conquista o Brasileirão e encerra jejum após 22 anos


Depois de 22 anos ou cerca de oito mil dias de espera, o Palmeiras se sagrou novamente campeão brasileiro neste domingo, quando festejou o seu nono título da principal competição do País. A geração de Gabriel Jesus e Dudu conseguiu unir as duas pontas da história - 15 de dezembro de 1994, data do último título, e 27 de novembro de 2016, a conquista atual - com a vitória sobre a Chapecoense por 1 a 0 no Allianz Parque.

A partida marcou o recorde de público na história do estádio, incluindo o antigo Palestra Itália. A marca de 40.986 espectadores superou os 40.283 pagantes de 1976. A partida foi a despedida do atacante Gabriel Jesus do Allianz Parque e provavelmente do clube que o revelou. No mês de janeiro, o atacante se transfere para o Manchester City. O camisa 33 tentou encerrar o jejum de gols na arena, que dura desde setembro, mas não conseguiu.

O jogo deste domingo foi, na verdade, uma contagem regressiva até o título palmeirense. Dono do melhor ataque e da melhor defesa, a equipe fez uma campanha regular e constante, chegando à penúltima rodada do Campeonato Brasileiro precisando apenas um ponto diante da Chapecoense. Além disso, o rival utilizou uma equipe reserva para poupar titulares para a final da Copa Sul-Americana - o primeiro jogo é quarta-feira, na Colômbia, diante do Atlético Nacional.

Esse cenário ficou ainda mais favorável quando o Santos, única equipe com chances de ameaçar matematicamente o título do Palmeiras, começou perdendo para o Flamengo. A torcida comemorou bastante o gol do time carioca no Maracanã, que foi anunciado pelo locutor do Allianz Parque com a frase "Cheirinho no ar". Foi leve ironia para os torcedores do Flamengo que utilizaram a expressão "cheirinho de título" para mostrar semelhanças entre o Brasileirão deste ano e o de 2009, vencido pelo Flamengo depois de ultrapassar o Palmeiras nas rodadas finais.

O Flamengo, no entanto, chegou à 37ª rodada sem chances de título. Com essa combinação de resultados, o Palmeiras garantiria o título mesmo perdendo em casa. A equipe, no entanto, demorou para dominar a partida. O técnico Cuca escolheu Edu Dracena como substituto do zagueiro Mina, que não se recuperou de uma lesão muscular na coxa esquerda. Na lateral, Fabiano foi escolhido e Jean acabou deslocado para o meio. O problema era a boa marcação do rival, que anulava a movimentação de Dudu e Gabriel Jesus.

A melhor chance no início do jogo foi da Chapecoense, quando Sergio Manoel cabeceou para o chão e a bola passou raspando. O rival conseguia articular boas jogadas ofensivas porque o meia Cléber Santana tinha espaço para jogar. Empurrado por mais de 40 mil torcedores, o Palmeiras começou a transformar a posse de bola e a maior categoria do elenco em superioridade no placar.

O primeiro gol teve a participação direta do técnico em uma cobrança de falta bem ensaiada. Aos 25 minutos, o lateral Fabiano abriu o placar após cobrança de Zé Roberto, furada de Moisés e toque de letra de Gabriel Jesus. Ele deu um belo toque por cobertura usando a perna direita quando deveria ter usado a direita. Um belo gol. A vantagem marcou o início da festa definitivamente.

O Palmeiras conseguiu acertar a marcação em Cléber Santana e tomou conta da partida. Quatro minutos, Gabriel Jesus quase encerrou o jejum no Allianz Parque que já dura desde setembro. Ele driblou o zagueiro e chutou rasteiro, mas a bola passou raspando. Ele ainda teve outra chance aos 43 do segundo tempo, quando foi lançado por Moisés. A finalização, no entanto, foi em cima do goleiro. No final do primeiro, o Palmeiras somava 13 finalizações contra três da Chapecoense.

O cenário não se modificou no segundo tempo. Com qualidade na troca de passes, a equipe criou boas chances, mas não conseguiu ampliar. Gabriel Jesus e Dudu sempre levaram vantagem sobre os zagueiros, mas pecaram na finalização. Antes dos 30 minutos, a torcida começou a entoar inúmeros cânticos para celebrar o fim do jejum. "Está chegando a hora" e "Festa no chiqueiro" tomaram conta das arquibancadas, que deixaram o jogo em segundo plano.

Os gritos de "É campeão" surgiram por volta dos 37 minutos. O técnico Cuca foi saudado como um dos grandes protagonistas do título. Assim que o sistema de som anunciou o segundo gol do Flamengo diante do Santos, o treinador chamou o goleiro Fernando Prass para entrar em campo após um longo período de recuperação após ser submetido a uma cirurgia no cotovelo direito. Ele se contundiu na preparação para os Jogos Olímpicos. Jaílson foi abraçado por todos os jogadores e Prass terminou a campanha do título em campo. Palmeiras campeão após 22 anos!

Na última rodada, o Palmeiras apenas cumprirá tabela contra o Vitória, no próximo domingo, às 17 horas, em Salvador, enquanto no mesmo dia e horário a Chapecoense fechará a sua campanha diante do Atlético-MG, em Chapecó.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 0 CHAPECOENSE

PALMEIRAS - Jaílson (Fernando Prass); Fabiano (Gabriel), Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê (Thiago Santos), Jean e Moisés; Róger Guedes, Dudu e Gabriel Jesus. Técnico: Cuca.

CHAPECOENSE - Danilo; Gimenez, Marcelo, Filipe Machado e Alan Ruschel; Matheus Biteco, Sérgio Manoel, Cléber Santana (Gil) e Thiaguinho (Aílton Canela); Bruno Rangel (Kempes) e Lucas Gomes. Técnico: Caio Junior.

GOL - Fabiano, aos 25 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (Fifa/RS).

CARTÕES AMARELOS - Bruno Rangel, Marcelo e Fabiano.

PÚBLICO - 40.986 presentes.

RENDA - R$ 4.171.317,26.

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo (SP).

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212