Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Extasiado, Rosberg exibe alívio e exalta orgulho por repetir feito do pai - Jornal Brasil em Folhas
Extasiado, Rosberg exibe alívio e exalta orgulho por repetir feito do pai


Após finalmente conquistar o seu primeiro título na Fórmula 1, objetivo alcançado com o segundo lugar no GP de Abu Dabi, neste domingo, Nico Rosberg não escondeu o alívio após tanto sofrimento para ficar com a taça, pois ela só veio na última prova da temporada, depois ter desperdiçado dois "match points" em corridas anteriores. E esse último GP foi sofrido até o fim, com o piloto tendo de aguentar a pressão de Sebastian Vettel, da Ferrari, e até de Max Verstappen, nas últimas voltas, sendo que o holandês da Red Bull chegou a dividir uma curva de forma perigosa com o piloto da Mercedes na primeira metade da corrida.

Por tudo isso, Rosberg admitiu: "Essa definitivamente não foi uma das corridas mais divertidas que já disputei. Com Max (pressionando) no começo, depois com todo mundo chegando no final, não foram últimas voltas gostosas. Não posso acreditar que ela acabou. Estou extasiado".

Vice-campeão em 2014 e 2015, o alemão de 31 anos de idade também repetiu o feito do seu pai, Keke, que faturou o título pela Williams em 1982. Finlandês, Keke viu o filho também se tornar o terceiro alemão a ficar com o título na F-1, depois de Michael Schumacher e Sebastian Vettel faturarem a taça em outras 11 ocasiões ao total pelo país. "Estou muito orgulhoso por ter conseguido o mesmo feito que meu pai conseguiu", afirmou, para depois também exibir ansiedade para o encontro que teria com o seu pai. "Ele (Keke) deve estar chegando em meia hora, eu acho", completou.

Rosberg, por sua vez, não deixou de falar sobre Lewis Hamilton, que ele enfim conseguiu superar após o inglês ficar com o título pela Mercedes em 2014 e 2015. O alemão exaltou a performance de seu companheiro de equipe e amigo de infância desde os tempos em que os dois competiam no kart.

"Também quero agradecer a Lewis. Você fez uma temporada incrível, é um grande competidor, extremamente rápido e sempre foi difícil te vencer", ressaltou. O novo campeão da F-1 também não esqueceu de sua família ao comemorar o título. "Quero dedicar essa vitória à minha esposa (Vivian) e à minha filha (Alaia), que estão na frente de tudo para mim. Muito obrigado pelo apoio", agradeceu.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212