Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Brasil fará parte do Clube de Paris, seleto grupo de credores internacionais - Jornal Brasil em Folhas
Brasil fará parte do Clube de Paris, seleto grupo de credores internacionais


O Brasil passará a fazer parte do Clube de Paris, organização que representa os principais credores internacionais, informou hoje (28) à noite o Ministério da Fazenda. O ministro Henrique Meirelles viajará à capital francesa nos próximos dias para formalizar a adesão.

Na última reunião de chefes de Estado e de Governo do G20 (grupo das 20 principais economias do planeta), em setembro, na China, o Clube de Paris foi reconhecido como o principal fórum onde os países podem reestruturar a dívida externa, com prazos mais longos ou juros menores.

Segundo o comunicado do Ministério da Fazenda, como membro pleno do Clube de Paris, o Brasil aumentará sua influência na agenda financeira internacional e nas futuras renegociações de dívidas soberanas.

Apesar de a dívida bruta brasileira ter subido nos últimos anos e ter ultrapassado 70% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país), o país continua a ser credor externo. Isso ocorre porque a dívida pública externa representa somente cerca de 5% da Dívida Pública Federal (DPF). Ao registrar a dívida externa pública e privada (das empresas), o Brasil deve US$ 335,4 bilhões, valor menor que os US$ 372,6 bilhões das reservas internacionais.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212