Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Desembargador rejeita recurso e reitera necessidade de novas eleições na OAB-GO - Jornal Brasil em Folhas
Desembargador rejeita recurso e reitera necessidade de novas eleições na OAB-GO


O desembargador Novély Vilanova, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, negou o pedido de liminar do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, que pedia a manutenção do registro de candidatura de três componentes da então chapa do presidente eleito na seccional goiana, Lúcio Flávio de Paiva Siqueira.

Arcenio Pires da Silveira, Marisvaldo Cortês Amado e Thales José Jayme não poderiam ter concorrido no pleito de 2015, pois são considerados inelegíveis, pelo não cumprimento do exercício de cinco anos ininterruptos da advocacia, requisito básico do Regulamento Geral da OAB.

A decisão mantém a liminar concedida pela juíza federal Adverci Rates Mendes de Abreu, da 20ª Vara da Justiça Federal de Brasília (DF), no último dia 26 de novembro, que suspendeu a decisão do Conselho Federal que autorizava o registro dos candidatos da chapa OAB Que Queremos.

Em consonância com a decisão anterior, o desembargador deferiu também o pedido de realização de novas eleições na OAB-GO no prazo de 30 dias, a partir da intimação da seccional. A decisão de Vilanova coloca mais uma vez em xeque a atual gestão da Ordem, que passa a acumular a quarta derrota, sendo uma na Comissão Eleitoral da OAB e outras três na Justiça Federal.

A diretoria da OAB-GO deve se pronunciar a respeito da nova decisão por meio de nota, que, até a publicação desta matéria, ainda não havia sido enviada à reportagem.

Entenda

A ação que resultou na decisão da juíza Adverci Rates Mendes de Abreu é a segunda proposta pela chapa derrotada OAB Forte, protocolada no dia 28 de setembro de 2016 — assinada por Flávio Borges Buonaduce e Pedro Paulo Guerra de Medeiros — , que entende que os três eleitos não poderiam ter concorrido na ocasião e, como a chapa é que é eleita no processo, quando um dos membros está impugnado, todo o resto deve ser cassado.

A primeira pedia apenas a suspensão dos efeitos da decisão monocrática proferida pelo conselheiro federal da OAB José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque, em novembro de 2015, que autorizou os candidatos impugnados pela Comissão Eleitoral a concorrer. Tal decisão foi referendada pela Terceira Câmara do Conselho Federal da OAB, mas chegou a ser revogada pela mesma juíza, em janeiro deste ano. Na ocasião, surgiu a polêmica sobre a necessidade, ou não, de novas eleições. A Justiça entendeu que o objeto da ação (a impugnação dos então candidatos) havia sido perdido.

Contudo, no novo questionamento, o pedido é para que seja anulada a eleição do ano passado, considerando a inelegibilidade dos três questionados, e realizada uma nova — o que foi deferido pela juíza Adverci Rates Mendes de Abreu e reiterado por Vilanova.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212