Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Comissão da Câmara aprova regulamentação da prática de lobby - Jornal Brasil em Folhas
Comissão da Câmara aprova regulamentação da prática de lobby


Considerada um atividade controversa no âmbito do poder público, a prática de lobby pode ser regulamentada no país, após decisão da Comissão de Constituição e Justiça da (CCJ) Câmara dos Deputados que aprovou hoje (7) o Projeto de Lei (PL) 1202/07, do deputado Carlos Zarattini (PT-SP). A matéria regulamenta a atividade de lobby e de grupos de pressão junto ao setor público. O texto ainda terá que ser submetido ao plenário e, caso seja aprovado, seguirá para análise do Senado.

O projeto, que tramita na Câmara desde 2007, propõe disciplinar a movimentação de pessoas e grupos no parlamento, que diariamente tentam influenciar os parlamentares em votações de matérias de interesse de categorias ou setores da sociedade.

A proposta define a prática de lobby como “representação de interesses nas relações governamentais”, com o objetivo de interferir diretamente nas decisões do poder público, em especial do Legislativo. O projeto, porém, prevê que a regulamentação também será válida para o Executivo e o Judiciário.

Regulamentação

A atuação de assessores parlamentares de diferentes órgãos no Congresso Nacional é um exemplo de prática de lobby informal feita atualmente, que será enquadrada na nova legislação. De acordo com o projeto, os lobistas integrantes de grupos envolvidos na representação de interesses em processos de decisão política passarão a ser credenciados junto aos órgãos da administração pública. Junto com o direito a credenciamento e acompanhamento de reuniões públicas, os lobistas deverão se cadastrar e sempre identificar a entidade ou empresa a que pertencem.

No Brasil, a prática ganhou conotação pejorativa, sendo associada a envolvimentos em casos de corrupção envolvendo políticos e grandes empresários. Para disciplinar a atuação dos lobistas, o texto classifica como crime de improbidade o recebimento de presentes ou vantagens por agentes públicos, mas sem estipular um valor mínimo para a oferta do lobista. Também ficam proibidas de exercer a atividade pessoas que tenham sido condenadas por corrupção, tráfico de influência ou improbidade administrativa.

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212