Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Presidente da Itália promete solução para governo em breve - Jornal Brasil em Folhas
Presidente da Itália promete solução para governo em breve


Terminaram neste sábado (10) as reuniões partidárias que o presidente da Itália, Sergio Mattarella, conduziu ao longo de três dias para tentar formar um novo governo, após a renúncia do primeiro-ministro Matteo Renzi. Hoje foi a vez de Mattarella receber no Palácio do Quirinale, em Roma, o ex-premier e líder do Partido Força Itália (FI), Silvio Berlusconi, e os representantes do Partido Democrático (PD), de Renzi, que deixou o cargo após ser derrotado em um referendo de reforma constitucional.

Apresentamos ao presidente aquela que achamos a única via possível para prosseguirmos com os compromissos políticos: a aprovação em tempo recorde de uma nova lei eleitoral, disse Berlusconi. O FI não apoiará um governo de grande coalizão, cabe ao PD apoiar um governo para até o final desta legislatura, afirmou.

A Itália sofre um impasse para a formação do novo governo. Isso porque a oposição exige novas eleições, mas a lei eleitoral do país foi declarada inconstitucional. Para isto, a Itália precisa de um governo que prossiga com o compromisso de aprovar a nova legislação para, então, marcar o pleito. Já a legenda de Renzi, o Partido Democrático, disse estar disponível para apoiar a solução mais oportuna para a crise.

Isso poderia implicar na volta de Renzi ao poder ou na indicação do nome do ministro das Relações Exteriores, Paolo Gentiloni, ao posto, possibilidade que ganhou força nas conversas de Mattarella com os partidos italianos. O opositor Movimento 5 Estrelas (M5S), do comediante Beppe Grillo, defendeu que o governo do PD vigore até a votação final da lei eleitoral e que, em seguida, seja convocada a nova eleição.

Pedimos a Mattarella para garantir o percurso institucional mais rápido para ir à eleição, com a nova lei eleitoral que será certificada pela Corte Constitucional, disse o partido. Espero que o clima possa se articular e prosseguir com uma relação dialética, como é necessário para nossa democracia, mas serena e construtiva, disse Mattarella, ao fim das consultas.

O nosso país precisa, logo, de um governo com plenitude de suas funções, acrescentou. Nas próximas horas, analisarei o que saiu destas conversas e tomarei a decisão necessária para a solução da crise de governo, prometeu o presidente da Itália.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212