Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 CCJ suspende reunião para votar parecer da PEC da Reforma da Previdência - Jornal Brasil em Folhas
CCJ suspende reunião para votar parecer da PEC da Reforma da Previdência


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados suspendeu há pouco a reunião destinada a discutir e votar o parecer do deputado Alceu Moreira (PMDB-RS) pela constitucionalidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, que trata da reforma da Previdência. O motivo da suspensão foi o início das votações em plenário.

Ao suspender a reunião, o presidente do colegiado, Osmar Serraglio (PMDB-RS), disse que os trabalhos serão retomados após a conclusão das votações em plenário.

Mais cedo, após forte embate, governo e oposição chegaram a um acordo que possibilitou a leitura do parecer de Moreira pela admissibilidade da PEC. Pelo acordo, os partidos contrários à admissibilidade da proposta interromperam a obstrução dos trabalhos.

Em troca, o governo se comprometeu, caso o parecer de Moreira seja aprovado, a criar e instalar a comissão especial da PEC somente no próximo ano, após o recesso parlamentar. O colegiado terá o prazo de 40 sessões para apresentar o resultado final dos seus trabalhos.

Acordo

O acordo que possibilitou a leitura do parecer foi construído em meio às discussões nos bastidores em torno da sucessão do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Casa. O intuito é que a instalação da comissão especial da reforma da Previdência ocorra após a escolha do novo presidente da Câmara e dos novos líderes partidários.

Inicialmente, o governo pretendia criar a comissão ainda este ano para acelerar a apreciação da PEC da Reforma da Previdência. A intenção era possibilitar que os líderes partidários já pudessem fazer as indicações dos integrantes até a próxima semana, antes do início do recesso do Congresso Nacional. Com isso, a expectativa era votar a proposta no plenário da Câmara até abril do próximo ano, antes de seguir para o Senado.

 

Últimas Notícias

Michelle Bolsonaro e Marcela Temer visitam o Palácio da Alvorada
STF adia decisão definitiva sobre decreto de indulto natalino
Empresário repassou mansão a Adriana Ancelmo, diz delator
Audiência debate mudanças no currículo dos cursos de engenharia
Presidente eleito se reúne com Mozart Ramos, do Instituto Ayrton Senna
MP quer multar prefeitura de SP por falta de manutenção de viadutos
Criação de emprego formal desacelera 24,6% em outubro, revela Caged
Fábio Ramalho considera normal sua candidatura à presidência da Câmara

MAIS NOTICIAS

 

Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
 
 
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
 
 
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
 
 
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados
 
 
Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
 
 
México habilita 26 empresas brasileiras para compra de carne de frango

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212