Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Lacen apresenta resultados de 2016 e perspectivas para 2017 - Jornal Brasil em Folhas
Lacen apresenta resultados de 2016 e perspectivas para 2017


O Laboratório de Saúde Pública Giovanni Cysneiros (Lacen) realiza nesta quinta-feira, dia 15, confraternização dos servidores e colaboradores, com a apresentação dos resultados de 2016 e as perspectivas para 2017. As apresentações serão em dois horários: às 8h30 e às 14 horas.

A diretora do laboratório, Maria Bárbara Helou, explica que foram destaque, desse ano, as reformas e ampliações da estrutura física do Lacen, os investimentos financeiros em insumos e equipamentos, os investimentos realizados na capacitação e no desenvolvimento dos colaboradores.

“Também tivemos muito êxito nos programas da área de biologia médica, em parceria com o Ministério da Saúde, e no desenvolvimento dos programas da área de produtos e ambiente, incluindo a análise de alimentos, medicamentos e água para o consumo humano”, acrescenta.

A diretora acredita que 2017 será um ano de muito trabalho e continuidade, com o aperfeiçoamento e ampliação dos programas já existentes. A confraternização também terá momentos de reflexão e fé, com cultos ecumênicos com as presenças de representantes das três principais religiões cristãs (católica, espírita e evangélica).

Zika
Em dezembro, o Lacen passou a realizar o teste imunoenzemático – Mac Elisa – na fase aguda do zika, quando os sintomas se manifestam de forma incisiva. Com a nova metodologia, o Lacen dobrou a capacidade mensal de realizar exames da doença, passando de 120 para até 240.

A grande importância em se implantar o Mac Elisa é que ele possibilita a testagem, em períodos mais longos. Ele pode ser realizado em amostras coletadas, em até 90 dias, após o início dos sintomas. “Isso amplia a atual faixa de diagnóstico da infecção por zika realizada por testes moleculares, que detectam o vírus apenas nos primeiros dias da doença”, diz a coordenadora da Área de Biologia Médica do Lacen, Carmen Ramos. A nova metodologia beneficia principalmente as pessoas que moram longe de Goiânia.

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212