Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Presídios do Rio podem ficar sem alimentos devido a dívidas com fornecedores - Jornal Brasil em Folhas
Presídios do Rio podem ficar sem alimentos devido a dívidas com fornecedores


Representantes das empresas que fornecem diariamente alimentação ao sistema prisional do estado do Rio de Janeiro anunciaram hoje (20), a possibilidade de interrupção do serviço para os presídios fluminense, caso o governo não quite as dívidas com o setor. “Por força do atraso de mais de oito meses nos pagamentos, já não conseguimos mais suportar o peso da inadimplência que se avoluma mês a mês”, diz carta pública endereçada ao governador do estado do Rio de Janeiro, Fernando Pezão, e o secretário de estado de Administração Penitenciária, coronel Erir Ribeiro Costa Filho.

Assinada pelo diretor executivo da Associação das Empresas Prestadoras de Serviço do Estado do Rio, José de Alencar, o texto expõem que mesmo depois das empresas terem reduzido o preço das refeições, por meio de decreto, os atrasos nos pagamentos se acumularam. Alencar diz ainda que as empresas tiveram que fazer empréstimos bancários, “a taxas estratosféricas”, para receber parte do que o governo devia.

“Do ponto de vista econômico, não temos mais como absorver os impactos de tamanho atraso nos pagamentos, e tampouco de financiar esse déficit do Estado”, diz a nota. “Sofremos também as consequências dos atrasos nos pagamentos dos salários dos funcionários, bem como do 13º salário e demais benefícios, havendo já indícios de paralisação (greve) iminente em nossas unidades. Com a proximidade das festas de final de ano, as pressões por salários e benefícios se intensificaram, com desfechos imprevisíveis para as nossas operações”. Segundo o texto, caso nada seja feito, as consequências serão de responsabilidade exclusiva do governo do estado.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária respondeu por e-mail que “está se empenhando junto à Secretaria de Estado de Fazenda para regularizar o pagamento do débito em atraso”.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212