Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Turistas montam acampamento em Copacabana à espera do Ano-Novo - Jornal Brasil em Folhas
Turistas montam acampamento em Copacabana à espera do Ano-Novo


A disputa por um lugar na areia de Copacabana próximo do palco onde haverá os shows na festa de réveillon requer muito fôlego e resistência. Nas primeiras horas deste sábado (31), muitas famílias começaram a montar tendas e barracas para demarcar território e servir como base de apoio aos amigos e parentes que se reunirão ali para ver as apresentações e os fogos.

O aposentado paulista Nildo Luzio dava os últimos retoques na tenda que ele mesmo armou, onde a família se reunirá para a ceia, mais à noite. Ele cuidou de amarrar sacos de areia à estrutura, para garantir que a tenda resista ao vento forte.

“Hoje virão parentes e amigos. Nós só vamos começar a montar nossa ceia às 18h. Aí ficamos até o domingo à tarde. A gente fica aqui direto, vê o nascer do sol. Enquanto houver umas comidinhas e uma cervejinha, a gente vai ficando”, contou Nildo.

Vizinha a ele, a família da mineira Luciana Aleixo montou uma barraca de camping, para garantir uma sombra enquanto descansa para a noite da virada. “É a primeira vez que eu estou vindo. Montei barraca para garantir lugar. Peguei o mais perto do palco possível. Nós chegamos às 8h30, para garantir espaço”, disse ela, que veio com a filha, duas primas, duas amigas e duas crianças, direto de Belo Horizonte, de ônibus. No domingo, elas desmontam acampamento e embarcam direto para a capital mineira: “Nós viemos de bate e volta”.

Quem não armou barraca decidiu ir cedo para a praia para ter um lugar privilegiado. Às 14h30, o paulista José Pinheiro batia as últimas selfies em frente ao palco onde se apresentarão os artistas. Ele contou que só ia passar em casa para se preparar e às 17h já estaria de volta, apesar do sol forte.

“Nós estamos só fazendo um reconhecimento da área, para voltar e fazer o nosso acampamento. Nosso protetor solar é fator 60. Mas vale muito a pena, é uma das maiores celebrações que o Rio oferece para o país”, disse ele, ao lado da namorada, Loide Soares, que irá pela primeira vez ao réveillon em Copacabana. “É uma sensação indescritível, muito legal. Era um desejo que eu tinha e este ano tive a oportunidade”, disse.

Até moradores de outras cidades do Rio se anteciparam para pegar um lugar na areia, como o vendedor Dalton Jonas Nogueira Barcelos, de Duque de Caxias, que saboreava um energético em uma taça, à beira do mar. “Eu vim com o meu esposo. Está muito bom aqui em Copacabana. A família dele vai vir mais tarde. Estamos tentando guardar lugar”, disse Barcelos, entre um gole e outro de energético.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212