Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Aylan de Mianmar: foto de bebê morto choca o mundo - Jornal Brasil em Folhas
Aylan de Mianmar: foto de bebê morto choca o mundo


Assim como ocorreu em setembro de 2015, quando a foto do menino sírio Aylan Kurdi, de três anos, morto em uma praia turca chocou o mundo e alertou para o problema da crise migratória, uma nova imagem vem chocando e comovendo. Dessa vez, trata-se do pequeno bebê Mohammed Shohayet, 16 meses, que pertence à etnia rohingya e que estava fugindo com sua família de policiais de Mianmar, acusados constantemente de promover uma “limpeza étnica” no país.

Enquanto a família tentava atravessar o rio Naf, na fronteira entre Mianmar e Bangladesh, houve um naufrágio em que morreram o pequeno Mohammed, sua mãe, seu irmão de três anos e um tio. Apenas o pai sobreviveu. Em entrevista à emissora CNN, Zafor Alam, falou sobre a perda dos filhos e da esposa.

“Quando vejo essa foto, sinto vontade de morrer. Não tem mais nenhum motivo para eu viver neste mundo”, contou. Alam ainda explicou que a família fugiu de sua vila “após helicópteros dispararem contra nós e soldados de Mianmar dispararem contra nós. Não podíamos ficar na nossa casa. Precisamos fugir e nos esconder na floresta. Meu avô e minha avó foram queimados vivos. A nossa vila foi incendiada por militares. Não sobrou nada. Nós caminhamos por seis dias. Precisávamos mudar de local porque os soldados estão procurando pelos rohingya”.

Alam atravessou o rio nadando e encontrou pescadores bengaleses que o ajudaram. De lá, pediu que fosse resgatar sua família. Nesse tempo, no entanto, soldados começaram a disparar contra eles – e outros membros da etnia que estavam tentando a travessia. Quando entraram no barco apressadamente, houve excesso de pessoas e a embarcação naufragou.

Tal qual Aylan, Mohammed foi encontrado em um terreno arenoso, de bruços e já sem vida pelos socorristas. O povo rohingya é perseguido em diversos países e é considerado pelas Nações Unidas uma das minorias mais coagidas do mundo. Segundo dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM), ligado à ONU, 34.000 rohingya fugiram nos últimos meses de Mianmar para Bangladesh através do rio Naf.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212