Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em cerimônia fúnebre, autoridades relembram atuação política de Mário Soares - Jornal Brasil em Folhas
Em cerimônia fúnebre, autoridades relembram atuação política de Mário Soares


As cerimônias fúnebres em homenagem ao ex-presidente de Portugal Mário Soares foram encerradas por volta das 14h (horário local) e foram marcadas por discursos de autoridades portuguesas que relembraram a trajetória política de Soares.

Os ritos começaram pontualmente as 13h (horário local), com a chegada do caixão, carregado por militares, ao pátio interior do Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. Mais de 500 convidados participaram das homenagens, segundo a Agência Lusa.

Durante as homenagens, João e Isabel Soares, filhos de Mário Soares, fizeram declarações emocionadas, ressaltando a admiração e ternura que sentiam pelo pai. Com a voz embargada, Isabel lembrou os tempos difíceis de quando o pai foi preso e a deportação dele para São Tomé Príncipe, o exílio em Paris mas, frisou que nem durante esse tempo ouviu do pai um uma palavra de desalento ou desânimo.

Também discursaram o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o atual presidente do país, Marcelo Rebelo de Sousa, que destacou que Soares foi um homem que fez história e merecia ser homenageado em um lugar como o Mosteiro dos Jerónimos.

Houve ainda apresentação do coro e da orquestra do Teatro Nacional São Carlos.

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, que está em viagem oficial à Índia, enviou um vídeo que foi exibido na cerimônia, em que ressaltou a trajetória política de Soares.

“É um exemplo de gênio político, que alcançava o que parecia impossível de alcançar. É um exemplo de amor à vida e de energia criadora. É um exemplo de político que, até o fim, se assumiu integralmente como tal, consciente de que a política, feita com idealismo e convicção, é uma das mais nobres atividades humanas, por ser um serviço prestado à comunidade e ao país”, afirmou Costa.

O presidente do Brasil, Michel Temer, participou da cerimônia, ao lado do ex-presidente José Sarney. Também estiveram presentes o embaixador do Brasil em Lisboa, Luiz Alberto Figueiredo Machado, o rei Felipe VI, da Espanha, o ex-primeiro-ministro francês Lionel Jospin, o presidente da Comissão Europeia Martin Schulz e o ex-presidente do governo espanhol e ex-líder do PSOE, Felipe Gonzalez.

Temer ressaltou que Soares foi uma figura importante no cenário internacional e intensificou as relações entre Portugal e Brasil. Ele deu a declaração após encontro com o presidente português Marcelo Rebelo.

O presidente Michel Temer, junto com a comitiva brasileira, se dirigiu à Base Aérea Figo Maduro. Temer e as autoridades retornarão ao Brasil nas próximas horas.

Trajetória política

Mário Soares morreu na tarde de sábado (7), aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, onde estava internado desde o dia 13 de dezembro. O governo de Portugal decretou luto oficial de 3 dias.

Ele é considerado um dos grandes nomes da democracia portuguesa. Lutou contra a ditadura na década de 70, foi preso e exilou-se na França. Voltou a Portugal, onde construiu uma respeitável trajetória política, tendo sido ministro dos negócios estrangeiros, presidente da República e primeiro-ministro. Soares também é lembrado por ter encabeçado o processo de adesão de Portugal à União Europeia.

Em 2013, o ex-presidente Mário Soares concedeu entrevista à Agência Brasil.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212