Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Programa de Austeridade vai garantir economia de quase R$ 1 bilhão em 2017 - Jornal Brasil em Folhas
Programa de Austeridade vai garantir economia de quase R$ 1 bilhão em 2017


O Programa de Austeridade pelo Crescimento do Governo do Estado de Goiás vai garantir uma economia de quase R$ 1 bilhão em 2017, precisamente 932,12 milhões. O valor economizado poderá aumentar, caso a opção do funcionário que tem direito à licença prêmio seja por fazer um aprimoramento.

O total compreende a soma do que será economizado em cada um dos 14 itens detalhados nos projetos de lei que compõem o Programa, já aprovados pela Assembleia Legislativa. A Casa ainda vai apreciar a segunda parte do Programa de Austeridade, a PEC que institui um novo regime fiscal do Estado. Com a apreciação da PEC, a economia gerada deverá ser ainda maior.

Os projetos de lei aprovados dizem respeito à redução de gastos com pessoal e custeio; ao aumento da contribuição previdenciária do servidor público estadual do Executivo e demais poderes; à criação do Fundo de Estabilização Fiscal (FEF), com alíquota única e uniforme de 15%, e proibição para os novos programas de Regularização Fiscal por dez anos, a contar de 1º de janeiro de 2017. Essa parte do Programa de Austeridade foi aprovada no dia 21 de dezembro.

Uma das maiores economias será gerada pelo FEF: R$ 656 milhões. Todos os incentivos fiscais concedidos à margem do Confaz estarão sujeitos ao FEF. O Fundo objetiva afiançar ganho de arrecadação ao Estado, que reverterá os recursos para investimentos. No texto do Programa enviado para a Assembleia, o governo estadual pondera que as empresas incentivadas serão beneficiadas com os investimentos em infraestrutura que o governo fará com os recursos economizados.

“Não haverá nenhum impacto sobre produtividade tendo em vista os ganhos que virão com os investimentos que o Estado fará com esses recursos”, argumenta o governo estadual, no texto.

Outra economia significativa diz respeito à redução de 20% de ocupantes dos cargos comissionados. O governo estadual economizará R$ 36 milhões somente neste ano. A mudança nas regras para concessão da licença-prêmio, por sua vez, poderá resultar em mais em economia. No total, somente a economia gerada pela redução de gastos com pessoal será de R$ 276.129.594.

O governador Marconi Perillo tem afirmado em entrevistas à imprensa que os recursos gerados pelo Programa de Austeridade serão utilizados para investimento em infraestrutura e na melhoria dos serviços essenciais à população, como Saúde, Educação e Segurança Pública.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212