Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Chuva forte e rajadas de vento deixam o Rio em atenção e fecham aeroporto - Jornal Brasil em Folhas
Chuva forte e rajadas de vento deixam o Rio em atenção e fecham aeroporto


A forte chuva que caiu em diversos pontos do Rio de Janeiro e as rajadas de ventos deixaram estragos pela cidade. Os radares meteorológicos da prefeitura registraram rajadas de vento superiores a 61 quilômetros por hora (km/h) no aeroporto Santos Dumont, na região central. O aeroporto está fechado para pousos e decolagens.

Há previsão de chuva forte, acompanhada de rajadas de vento e descargas elétricas para as próximas horas. O Centro de Operações da prefeitura informou que o município entrou em estágio de atenção às 17h, devido à aproximação de núcleos de chuva vindos da Baixada Fluminense e região serrana em atuação sobre a cidade, inicialmente na zona norte do Rio.

VLT interrompido e árvores derrubadas

Devido aos ventos fortes, o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) está operando entre a Cinelândia e a Rodoviária Novo Rio, por causa da queda de uma árvore na Avenida Rio Branco, na altura do número 249. O trecho interditado fica entre a Cinelândia e o Aeroporto Santos Dumont e não há previsão de quando a situação será normalizada.

Na zona sul do Rio, chove forte na favela da Rocinha, Vidigal e no Jardim Botânico. Nas zonas norte e oeste, o maior volume de chuvas é no bairro Grajaú e em Jacarepaguá, respectivamente.

A força da ventania derrubou várias árvores pela cidade. Na Rua Barata Ribeiro com Miguel Lemos, em Copacabana, uma árvore caiu e o tráfego de veículos ficou interditado no trecho. Na entrada do túnel Martim de Sá, perto do Viaduto 31 de Março, houve queda de outra árvore e o túnel está fechado na região da Cidade Nova, perto do Sambódromo.

Os banhistas abandonaram as praias rapidamente por causa da ventania que derrubou barracas e cadeiras na areia. Na zona sul, os pontos de ônibus estão lotados, porque todo mundo deixou as praias ao mesmo tempo.

Recomendações

A prefeitura recomenda que a população evite deslocamentos e procure um local seguro para se abrigar. Deve-se evitar áreas sujeitas a alagamentos ou deslizamentos e moradores de regiões de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. Nesses casos, a orientação é deslocar-se para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal, que são informados pelo número 199.

A prefeitura pede também que os motoristas redobrem a atenção ao dirigir e mantenham os faróis acesos, já que em caso de chuva as pistas ficam escorregadias e podem conter bolsões d’água. Além disso, em casos de ventos fortes e chuvas com descargas elétricas, a recomendação é evitar ficar próximo a árvores ou em áreas descampadas.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212