Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


12 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Turquia prende autor do massacre em boate de Istambul - Jornal Brasil em Folhas
Turquia prende autor do massacre em boate de Istambul


A polícia turca deteve o autor do massacre que liquidou 39 pessoas em uma boate de Istambul na passagem do Ano Novo, um uzbeque ligado do grupo Estado Islâmico, informou na noite desta segunda-feira o canal de TV estatal TRT.

O autor do massacre, reivindicado pelo Estado Islâmico, estava com seu filho de quatro anos em um apartamento no bairro de Esenyurt e foi detido durante uma batida policial, segundo a TRT.

O homem foi preso ao final de quinze dias de buscas e com base em informações de que permaneceu em Istambul desde o ataque.

Segundo a agência Anatólia, a polícia deteve Abdulgadir Masharipov, cujo nome de guerra no Estado Islâmico seria Ebu Muhammed Horasani, de acordo com a agência Dogan.

Os dois nomes figuram em informações divulgadas no dia 8 de janeiro pelos serviços de segurança, que identificaram o atirador como um uzbeque de 34 anos membro de uma célula do Estado Islâmico na Ásia central.

De acordo com a TV estatal, a prisão foi resultado de uma operação conjunta entre a polícia e o serviço secreto turco (MIT).

o suspeito estava em um apartamento alugado por um indivíduo oriundo do Quirguistão, que também foi preso, do mesmo modo que três mulheres.

A agência Dogan publicou uma foto do suspeito, com o rosto ensanguentado e dominado por um policial que o agarra pelo pescoço.

A tragédia na boate Reina marcou um início de ano sangrento para a Turquia, já abalada em 2016 por uma tentativa de golpe e por uma onda de ataques cometidos por extremistas islâmicos, ou pela rebelião curda.

As autoridades acreditam que o atirador foi treinado no exterior no manejo de armas. No ataque, ele utilizou carregadores duplos para otimizar o tempo de recarga, granadas para desorientar os alvos e visou a parte superior do corpo das vítimas para aumentar a taxa de mortalidade.

Ao reivindicar a matança na discoteca, o Estado Islâmico repreendeu a Turquia por intervir na Síria e por participar da coalizão liderada pelos Estados Unidos que combate o grupo radical na Síria e Iraque.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio entrega título de Cidadã Goiana a cantora Joelma
Fundo Nacional do Idoso é aprovado na Câmara
Aval do TCU é suficiente para cessão onerosa, dizem técnicos da Corte
Acordo possibilitará investimentos privados em segurança pública
Vazamento de óleo afetará reprodução da fauna em mangue, diz ONG
Temer e Bolsonaro lamentam tragédia em Campinas
Jungmann coloca PF à disposição para apuração de caso de Campinas
Ministro da Cultura inicia comemorações aos 200 anos da independência

MAIS NOTICIAS

 

Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
 
 
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
 
 
Diálogo Brasil debate projeto Escola sem Partido
 
 
Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social
 
 
Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus
 
 
ONG homenageia policiais militares mortos no estado do Rio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212