Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Após recurso negado, Câmara de SP irá aguardar julgamento sobre aumento salarial - Jornal Brasil em Folhas
Após recurso negado, Câmara de SP irá aguardar julgamento sobre aumento salarial


A Câmara dos Vereadores de São Paulo informou hoje (16) que vai aguardar o julgamento do colegiado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) sobre a ação popular que suspendeu o aumento salarial dos vereadores, anunciado em dezembro passado. Na última sexta-feira, após a Câmara ter entrado com recurso contra a ação, o desembargador Spoladore Dominguez, relator do caso, manteve a liminar que impediu a elevação da remuneração.

O aumento dos vereadores de São Paulo está barrado por duas liminares da Justiça. Além da ação popular, uma outra liminar, obtida pela Ordem dos Advogados do Brasil - São Paulo (OAB-SP), assinada pelo desembargador Borelli Thomaz, foi publicada na última quarta-feira (11), também suspendendo o aumento. A Câmara informou que irá recorrer dessa decisão.

No dia 20 de dezembro, os vereadores aprovaram aumento de 26,34% em seu vencimento. Com isso, o salário que era de aproximadamente R$ 15 mil passaria, em 2017, para R$ 18.991,68. Os vereadores aprovaram o reajuste de seus salários faltando 11 dias para o término de seus mandatos. Seis dias depois, o juiz Alberto Alonso Muñoz aceitou uma liminar movida pela ação popular, reafirmada na última sexta-feira pelo desembargador Dominguez, e suspendeu o aumento salarial. O magistrado considerou irregular a aprovação de aumento de despesa com pessoal em prazo menor que 180 dias antes do fim da legislatura.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212