Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Trump: relação comercial com México nos faz ficar como bobos - Jornal Brasil em Folhas
Trump: relação comercial com México nos faz ficar como bobos


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assegurou nesta sexta-feira que a relação comercial com o México faz com que os americanos sejam vistos como bobos porque o intercâmbio deixa Washington com um déficit de 60 bilhões de dólares por ano.

Como todos sabem, o México negociou melhor e fez miséria de nós graças aos nossos presidentes anteriores. Nos faz ficar como bobos, disse Trump ao responder a uma consulta durante coletiva de imprensa conjunta com a primeira-ministra britânica, Theresa May.

Trump confirmou que manteve nesta sexta-feira uma longa conversa telefônica com o presidente do México, Enrique Peña Nieto, com quem dialogou sobre como trabalhar em uma relação justa e em uma nova relação.

Segundo Trump foi uma conversa muito, muito amigável, e apontou que assim como ele tem que defender os interesses dos americanos, seu interlocutor Peña Nieto representa muito bem seus compatriotas.

Espero que nos próximos meses vamos negociar, e veremos o que acontece, acrescentou.

No entanto, disse que os Estados Unidos não pode continuar perdendo uma enorme quantidade de negócios, uma enorme quantidade de empresas e milhões de milhões de pessoas que ficam sem emprego. Isso não vai acontecer comigo (na presidência).

Segundo ele, o governo pretende renegociar os acordos comerciais e outros aspectos da relação com o México.

Depois de uma escalada sensível nas tensões que levaram ao cancelamento de uma visita de Peña Nieto a Washington, Trump usou a rede Twitter nesta sexta-feira para afirmar que a relação bilateral deve mudar imediatamente.

Contudo, Trump e Peña Nieto baixaram o tom da polêmica com um ligação telefônica de uma hora, em que os dois decidiram não falar publicamente da principal divergência entre os dois países: o muro que o novo governo americano quer construir na fronteira, e sobre quem pagará pela obra.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212