Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Vereador quer reduzir recesso parlamentar em Aparecida de Goiânia - Jornal Brasil em Folhas
Vereador quer reduzir recesso parlamentar em Aparecida de Goiânia


Assim como ocorreu na capital goiana, a Câmara de Aparecida de Goiânia poderá ter seu recesso legislativo reduzido. A proposta é do vereador Manoel nascimento (DEM).
Hoje, os períodos legislativos em Aparecida vão de 1º de fevereiro a 30 de junho, e de 1º de agosto a 15 de dezembro. Com a proposta do vereador Nascimento, as sessões legislativas aconteceriam de 1º de fevereiro a 15 de julho, e de 1º de agosto a 23 de dezembro. Assim, o período-dias de recesso parlamentar reduziria de 77 dias para 53.
O vereador destaca que essa mudança acarretaria num aumento de 9 sessões ordinárias ao ano.
“Recentemente, em nossa capital, reduziram o recesso de 90 para 45 dias. A meu ver, seguir esse tendência aqui em Aparecida vai ao encontro dos anseios da população, que clama por se ver respaldada por seus políticos”, justifica Nascimento, que ainda ressalta que sua proposta de lei está amparada pela Constituição federal.
O projeto recebeu apoio da maioria dos vereadores, como Isaac Martins (PR), que parabenizou a proposta de redução.
“Cumprimento o vereador por sua coragem e ousadia e sei que essa redução não será de maneira alguma penosa aos vereadores. Na verdade, só trará benefícios à sociedade”, afirmou Isaac.
Uma sugestão levantada pelo vereador Moura (PT) foi que, além da redução do recesso legislativo, aumentassem o número de sessões ordinárias mensais. “Proporei uma emenda ao projeto aumentando de 9 para 12 sessões ordinárias por mês”, indicou o parlamentar.
Seguindo a mesma linha, o vereador Edilson Ferreira (PMDB) destacou a necessidade da Câmara de Aparecida ser um exemplo aos outros poderes legislativos.
“Essa casa de leis precisa dar o exemplo e se colocar no lugar do trabalhador normal. Por isso, na minha visão, poderíamos reduzir ainda mais o recesso legislativo. Não podemos ser tratados de maneira especial”, afirmou o vereador, que também sugeriu cortar dias de férias de vereadores faltosos.
Entretanto, o presidente da Câmara, Vilmarzin (PMDB), fez questão de complementar que, independentemente do tamanho do recesso, o vereador trabalha diuturnamente, agindo diretamente em contato com a população, em seus bairros. “Os trabalhos não se restringem apenas às sessões. Estamos dia-a-dia trabalhando junto ao povo. A prova disso é que, já na primeira sessão do ano, a mesa diretora recebeu 230 requerimentos enviados pelos vereadores, buscando soluções para os problemas da cidade”, completou o presidente.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212